PUBLICIDADE
Topo

Tatá Werneck lamenta morte de Paulo Gustavo: 'Não se apavore nem desanime'

Do UOL, em São Paulo

04/05/2021 21h49Atualizada em 05/05/2021 00h12

Tatá Werneck postou mensagens para lamentar a morte do amigo Paulo Gustavo aos 42 anos, por complicações da covid-19. A morte foi declarada pelos médicos às 21h12 e anunciada para o público às 22h.

A atriz compartilhou um vídeo e fez um desabafo, afirmando que é difícil lidar com a perda do amigo. "Aplaudam. Aplaudam de pé esse grande homem! Gritem bravo! Façam uma homenagem a Paulo Gustavo em suas casas. Aplaudam de pé esse grande artista", pediu no início do texto.

Aqui está um caos. Eu estou sentindo muito medo. Mas ao mesmo tempo eu vi você e você foi tão corajoso meu amigo. Você foi bravo! Eu te amo tanto.

Tatá também destacou que já sente saudades do ator e reforçou a importância dos cuidados contra a covid-19 durante a pandemia.

Prestem atenção: não deixem essa dor ser em vão. Entendam a gravidade dessa pandemia. Usem máscara. Álcool gel. Distanciamento social. Por favor. Não deixem essa dor ser em vão. Não deixem 400 mil vidas em vão.

Tatá compartilhou a frase bíblica: "Não fui eu que ordenei a você? Seja forte e corajoso! Não se apavore nem desanime, pois o Senhor, o seu Deus, estará com você por onde você andar".

Tatá Werneck postou o trecho da Bíblia no Instagram - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Tatá Werneck postou o trecho da Bíblia no Instagram
Imagem: Reprodução/Instagram

Quando Tatá fez a postagem, já se sabia que o quadro era irreversível. Paulo Gustavo sofreu uma embolia gasosa disseminada: uma bolha de ar obstruiu um vaso sanguíneo no sistema nervoso central (cérebro e medula espinhal).

Mônica Martelli escreveu uma mensagem emocionante para o amigo no Instagram: "Meu irmão, eu te amo e pra sempre vou te amar. Você foi muito bravo e agora pode descansar. Vamos lembrar de você sempre assim. Sorrindo, criando, fazendo o Brasil gargalhar".

Marcelo Adnet e outros famosos também se pronunciaram: "Para sempre lembraremos de você com muito amor. Saudades!"

O histórico do estado de Paulo Gustavo

O comediante foi intubado em 21 de março, após 8 dias de internação para combater a covid-19. Paulo Gustavo, no entanto, continuou a apresentar piora do quadro respiratório e, no dia 2 de abril, a equipe médica decidiu submetê-lo à terapia por ECMO (Oxigenação por Membrana Extracorpórea) na UTI, uma técnica também conhecida como pulmão artificial que auxilia na oxigenação do sangue.

No dia 4 e, novamente, no dia 9 de abril, o ator passou por procedimentos por via endoscópica (toracoscopia) para corrigir fístulas bronco-pleurais, uma comunicação anormal entre brônquios e pleura, a membrana dos pulmões, que permite o vazamento de ar.

Em 11 de abril, o ator seguia em estado crítico, teve nova fístula detectada, segundo nota à imprensa, e recebeu reposição de fatores de coagulação. No dia 15 de abril, um novo boletim médico afirmou que ele também foi submetido naquela semana a "várias intervenções, como broncoscopias, e alguns procedimentos cirúrgicos" que controlaram hemorragias.

No boletim divulgado ontem, os médicos informaram sobre a embolia gasosa disseminada. Ele chegou a acordar na tarde de domingo e falou com o marido, mas à noite o quadro piorou.