PUBLICIDADE
Topo

Paulo Gustavo fez história no movimento gay ao posar beijando namorado

Paulo Gustavo posa para revista beijando namorado - Reprodução Facebook
Paulo Gustavo posa para revista beijando namorado Imagem: Reprodução Facebook

Colaboração para o UOL, em São Paulo

08/05/2021 10h08

Paulo Gustavo, que morreu no início da semana por complicações da Covid-19, fez história no movimento LGBTQIAP+ ao posar, em 1999, para a revista "SuiGeneris" beijando seu namorado da época.

O gesto do ator seria o primeiro de muitos ao longo de sua carreira e vida pessoal. "Talvez essa tenha sido a primeira grande colaboração do Paulo para a comunidade LGBTQIAP+, antes mesmo de ser o grande influenciador que se tornou alguns anos depois", contou o produtor Rogério Espírito Santo em entrevista ao jornal Extra.

Rogério contou à publicação que achar alguém para topar a capa foi uma missão dificílima. "Ele não só topou como levou o Fábio, namorado dele na época, e deram esse beijo quente e destemido, que foi um dos trabalhos mais marcantes de toda minha história, até hoje", pontuou o produtor.

A foto protagonizada por Paulo Gustavo foi clicada pelo fotógrafo Daniel Klajmic. O corpo de Paulo Gustavo foi cremado em Niterói, no Rio de Janeiro, na última quinta. Ele morreu por conta da Covid-19 após ficar dois meses internado.