PUBLICIDADE
Topo

Deborah Secco diz que é possível sorrir e se indignar após críticas de fãs

Deborah Secco - Reprodução/Instagram
Deborah Secco Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para o UOL, em São Paulo

26/05/2021 08h39

Deborah Secco fez um desabafo na noite de ontem. A atriz pontuou que é possível mesclar sentimentos de indignação como protestar e chorar e, ao mesmo tempo, ser feliz, dançar e rir.

"Olha gente, é possível fazer dancinha, ser feliz, sorrir, rir alto, chorar, sentir saudade, se indignar, protestar e dormir. Fora comer. Tudo no mesmo dia. Feito pela mesma pessoa. Sinceramente. Eu juro", escreveu.

Você pode assistir a toda a programação do Canal UOL aqui

"Você pode escolher fingir que você é uma coisa só ou se apresentar como você realmente é", concluiu Deborah.

Crítica foi endossada por Samantha Schmütz

Há pouco mais de duas semanas, após a morte de Paulo Gustavo, Samantha Schmütz fez um longo desabafo sobre a situação da pandemia de covid-19 no Brasil.

A atriz criticou o governo federal e famosos e influenciadores que não se posicionam pedindo por mais vacinas.

Samantha Schmütz posta vídeo indignada com situação da pandemia no Brasil - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Samantha Schmütz posta vídeo indignada com situação da pandemia no Brasil
Imagem: Reprodução/Instagram

"Então, acho que devia parar de fazer dancinha de TikTok. De verdade. Parar de se unir e ficar votando para car**** em um negócio que não vai ter fim nenhum além do entretenimento", disse Samantha.

A comediante ainda concordou com um comentário de uma seguidora, que criticou diretamente Bruna Marquezine e Deborah Secco por postarem "dancinhas".

"A Bruna Marquezine, um monte de gente tá fazendo dancinha no TikTok, um monte de amigos dele está vivendo normal. Até a Deborah Secco, que foi a última a viajar com ele antes de ele internar, está fazendo Stories e dancinha também. É lamentável isso", escreveu a internauta.

"Nem me fale...", respondeu a atriz.