PUBLICIDADE
Topo

'Tudo está parado porque não tem vacina', critica Ana Maria Braga

Ana Maria Braga criticou lentidão da vacinação contra a covid-19 e falta de acordos - Reprodução/TV Globo
Ana Maria Braga criticou lentidão da vacinação contra a covid-19 e falta de acordos Imagem: Reprodução/TV Globo

Do UOL, em São Paulo

31/05/2021 10h27Atualizada em 31/05/2021 10h47

A apresentadora Ana Maria Braga apontou a falta de vacinas e de movimentação federal em adquirir e distribuir os imunizantes como a causa para os problemas econômicos no país atualmente.

Ana Maria exibiu imagens dos Estados Unidos com pessoas acompanhando jogos de basquete — o que é possível dado o avanço da vacinação por lá. A apresentadora lembrou que os comércios poderiam estar abertos se boa parte da população brasileira estivesse vacinada.

Dá uma dor no coração saber que estamos longe disso acontecer. Se a gente pensar com consciência, comercio ta com problema porque não tem vacina, os jogos, faturamento das coisas, não tem vacina. A consequência sempre é a vacina.

Economistas já alertavam desde o começo do ano que a retomada econômica dependeria da vacinação para recuperar o setor de serviços e impactar o PIB (Produto Interno Bruto) — sendo preciso que a população esteja protegida contra a covid-19 para utilizá-los de forma eficiente.

Em abril, o Relatório de Atividade Fiscal (RAF), publicado pela Instituição Fiscal Independente (IFI) do Senado apontou que a demora na vacinação pode afetar a recuperação da atividade econômica.

Na CPI da Covid, o CEO da Pfizer na América Latina, Carlos Murillo, disse que o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ignorou três ofertas para aquisição de vacinas em agosto do ano passado, três meses depois que as negociações começaram —se um dos acordos tivesse sido fechado, segundo estimativa do depoente, o país teria recebido até o segundo trimestre de 2021 cerca de 18,5 milhões de doses.

Ana Maria Braga disse que o número de vacinados no Brasil poderia ser muito maior e elogiou o SUS e a capacidade de vacinação.

Se a gente tivesse com um plano de vacina que permitisse que 70% da população poderia já ter sido vacinada, porque temos um sistema de distribuição de vacinas muito eficiente no Brasil todo. Tudo está parado porque não tem vacina. Todos os problemas econômicos são pela falta da vacina.

No sábado (260, Ana Maria criticou Jair Bolsonaro no dia em que teve atos contra o presidente e sua gestão da crise. Ela repostou a foto da atriz Monica Martinelli sobre Paulo Gustavo — humorista vítima da covid-19 aos 42 anos.

E adivinha quem recusou 14 ofertas de vacina?

O Brasil tem 45,2 milhões de vacinados contra covid-19: 45.233.638 pessoas receberam ao menos uma dose de vacina contra a doença, o correspondente a 21,36% da população do país. O levantamento é do consórcio de veículos de imprensa do qual o UOL faz parte, com base nos dados fornecidos pelas secretarias estaduais de saúde.

Ivete com indignação

Ivete Sangalo - Reprodução/TV Globo - Reprodução/TV Globo
Ivete Sangalo conversou com Ana Maria Braga sobre falta de vacinas contra a covid-19
Imagem: Reprodução/TV Globo

A cantora Ivete Sangalo conversou com Ana Maria Braga no "Mais Você" de hoje. Ivete disse que não pode normalizar a situação atual e também cobrou a vacinação em massa para todos.

É uma responsabilidade com o povo. É um direito nosso ter a vacina para voltar. [Fiquei] Todo tempo da pandemia sem show presencial, as lives são muito legais, mas não se compara com a vibração deles. A gente não pode tratar o anormal como o normal, isso não é a prioridade na minha vida. Quero voltar ao normal como era o normal. Torço para que tenha vacina, que tenha outras frentes. O SUS tem uma potência, tem a vacina da gripe. Tenho fé em Deus que vai ter o momento de todos os vacinados. As pessoas precisam se encontrar.

Na semana passada, Ana Maria Braga falou sobre a indignação sobre os problemas do Brasil em conversa no "Altas Horas". A apresentadora viu a colega Claudia Leitte se esquivar e pregar um discurso de pacificidade — mesmo com mais de 460 mil mortos pela covid-19.

A minha indignação? Eu tenho um coração pacificador, Serginho. Eu me indigno, sou capaz de virar tudo pelo avesso, de chutar as barracas, mas todo mundo tem um lugar onde pode brilhar uma luz para desfazer o que está acontecendo.

Claudia Leitte se desculpou depois e disse que errou na sua fala. A cantora afirmou que também se revolta com os problemas sociais.