PUBLICIDADE
Topo

Mia Khalifa volta a ser lembrada após fala de senador na CPI da Covid

A ex-atriz pornô Mia Khalifa - Reprodução/Instagram @miakhalifa
A ex-atriz pornô Mia Khalifa Imagem: Reprodução/Instagram @miakhalifa

Colaboração para o UOL, em São Paulo

01/06/2021 17h15

Mia Khalifa voltou a marcar presença entre os assuntos mais comentados do Twitter. A libanesa de 28 anos foi lembrada após o senador Luís Carlos Heinze (PP-RS) comentar novamente sobre uma atriz pornô durante a CPI da Covid.

A pesquisa em Harvard, uma universidade respeitada, e essa pesquisa foi publicada na The Lancet e houve a retratação. Quem pagou essa pesquisa, senador Omar Aziz? Foi um escritório de uma moça, nem citei o nome dela e já saiu que eu tinha citado o nome de uma atriz pornô. Eu citei o nome de uma atriz. Só falei que era uma empresa de uma atriz pornô. Como essa moça tem interesse em fazer essa pesquisa de hidroxicloroquina?

Mesmo sem uma citação direta do senador, os internautas voltaram a relacionar as palavras de Heinze com Mia Khalifa e brincaram com a situação nas redes sociais.

"Pelo visto, a Mia Khalifa entrou de vez na política", afirmou uma das postagens sobre o assunto no Twitter. "Mais um pouco e o Heinze convocaria a Mia para depor na CPI", brincou outra.

Entenda a história

Durante a CPI da Covid, Heinze relembrou uma história revelada em junho de 2020 pelo jornal inglês The Guardian, quando a empresa Surgisphere — que conduziu um teste publicado na revista científica "The Lancet", condenando o uso da cloroquina contra a covid-19 — descobriu depois que entre os funcionários constavam uma atriz pornô e uma escritor de ficção científica.

"Pesquisadores começaram a investigar e descobriram que a gerente de vendas da Surgisphere era, pasmem, Sras. Deputadas que estão aqui, Srs. Senadores, a gerente de vendas da Surgisphere era uma atriz pornô. Uma atriz pornô. Nada contra ela", disse o senador durante a CPI da Covid.

Nas redes sociais, muita gente confundiu a história relatada pelo senador governista com o meme da ex-atriz pornô libanesa Mia Khalifa, citada como doutora Marcela Pereira, uma suposta infectologista do Instituto Emílio Ribas e que estaria conduzindo um estudo sobre o uso da cloroquina no tratamento da covid-19. O meme que circulou no início da pandemia já foi desmentido por agências de checagem.

Os assuntos foram relacionados nas redes sociais, e Mia Khalifa publicou uma mensagem após ver o nome citado pelos brasileiros no Twitter.

"Eu não sei quem precisa ouvir isso (Brasil). Mas eu não sou uma médica, então não aceite conselhos médicos de memes falsos meus que você encontrou no WhatsApp", disse a libanesa sobre o meme.