PUBLICIDADE
Topo

Naspolini, que enfrentou câncer 5 vezes, comemora vacinação contra covid-19

Susana Naspolini, repórter da TV Globo, comemora após tomar segunda dose da vacina contra a covid-19 - Reprodução/Instagram
Susana Naspolini, repórter da TV Globo, comemora após tomar segunda dose da vacina contra a covid-19 Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para o UOL, no Rio de Janeiro

15/06/2021 12h15

Susana Naspolini, repórter da TV Globo, tomou a segunda dose da vacina contra a covid-19 na manhã de hoje e comemorou a imunização. A jornalista chegou a ser diagnosticada com o coronavírus em abril do ano passado, mas permaneceu sem os sintomas da doença.

Em seu perfil no Instagram, a repórter compartilhou um vídeo do momento da vacinação. "Foi? Rapidinho, imunizada! Obrigada, valeu!", disse ela, batendo palmas.

Na legenda da publicação, Naspolini celebrou: "Bom dia! E põe bom dia nisso! Que todos possam sentir o alívio que essa agulhadinha nos proporciona! Agora é contagem regressiva para voltar ao trabalho, ao vivo e a cores!".

Em janeiro de 2020, a repórter contou aos seus seguidores que foi diagnosticada com câncer nos ossos da bacia, sendo a quinta vez que ela enfrentava a luta contra a doença.

Pessoal, estou aqui para conversar com vocês. Eu estava de férias, era para voltar para o trabalho hoje, nesta terça-feira, dia 28, só que o que aconteceu? Nas minhas férias, fiz exames de rotina e adivinha? Ele apareceu de novo. De novo, de novo, de novo. Estou com câncer de novo, já comecei o tratamento, vou ficar afastada um mês", explicou ela, em vídeo publicado no Instagram.

Em dezembro do ano passado, Naspolini comemorou que foi liberada pelos médicos para voltar ao trabalho remotamente. Ao entrar ao vivo no RJTV, a jornalista se emocionou ao falar com a apresentadora Mariana Gross.

"Mariana, que saudade de vocês e de todo mundo! Estou bem, graças a Deus! O médico me liberou e falou: 'Trabalha'. Queria estar aí para te abraçar e abraçar o Edimilson (Ávila). Queria estar na rua para abraçar as pessoas e gravar, mas não dá", disse.