PUBLICIDADE
Topo

Globo repudia ataques homofóbicos a repórteres após declaração de amor

Pedro Figueiredo e Erick Rianelli são repórteres da Globo e estão casados desde 2018 - Reprodução/Instagram
Pedro Figueiredo e Erick Rianelli são repórteres da Globo e estão casados desde 2018 Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

17/06/2021 21h07Atualizada em 17/06/2021 22h50

William Bonner leu hoje no "Jornal Nacional" o posicionamento da Rede Globo sobre os ataques homofóbicos sofridos pelos repórteres Pedro Figueiredo e Erick Rianelli desde a exibição de uma declaração de amor no Dia dos Namorados.

O apresentador afirmou: "A TV Globo se solidariza com Erick Rianelli e com Pedro Figueiredo, reafirma seu compromisso com a diversidade e repudia veementemente toda forma de preconceito".

No Dia dos Namorados, a emissora reexibiu uma declaração que Erick fez para Pedro na mesma data no ano passado: "Meu amor, meu marido, eu te amo. Feliz Dia dos Namorados para a gente e todos os casais apaixonados que estão nos assistindo, que todo mundo tenha um Dia dos Namorados maravilhoso".

"Eu vou comemorar o meu em casa rapidinho, que amanhã tem plantão cedo. Agora, Pedro: vê se faz o jantar aí, me dá uma força, meu amor. Vou preparar uma surpresa ótima para ele."

Hoje no "Jornal Nacional", Bonner contou que na ocasião também foram exibidas declarações de outros repórteres para maridos, esposas e namorados.

Erick e Pedro sofreram ataques homofóbicos de empresários de Brasília e também do Padre Antônio Müller, no Mato Grosso. Os dois rebateram os comentários preconceituosos e agradeceram o apoio do público (e da Globo) nas redes sociais: