PUBLICIDADE
Topo

Ana Hikari reclama de ter bissexualidade invisibilizada por namorar homem

Ana Hikari - Reprodução/Instagram
Ana Hikari Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para o UOL, em São Paulo

25/06/2021 09h22

Ana Hikari é conhecida por interpretar Tina em "Malhação: Viva a Diferença" e "As Five". A atriz de 26 anos tornou sua bissexualidade pública no último ano e lamenta ter sua orientação sexual colocada em dúvida por namorar um homem.

"Muitas coisas me incomodam. As pessoas quando sabem que estou num relacionamento sério com um homem acham que eu virei hétero. Isso é uma desinformação porque uma pessoa bi não deixa de ser porque ela está com uma pessoa de um gênero X. Não é a pessoa com quem estou me relacionando que vai definir a minha bissexualidade", disse em entrevista a Patrícia Kogut.

[Isso] faz parte da invisibilização da bissexualidade. As pessoas acham que não existe. E me perguntam muito também sobre nosso namoro ser aberto ou fechado. Relacionamento é algo que a cada dia a gente faz uma construção diferente. Esse assunto é íntimo. declara a atriz

Ela namora o funcionário público Gersínio Neto há mais de 4 anos. Recentemente, ele viralizou nas redes sociais ao ajudar um entregador de comida.

"Ele pediu uma comida num aplicativo de entrega. O rapaz chegou já pedindo desculpas pela demora. O menino tinha andado mais de sete quilômetros para entregar a refeição (...) Ele estava de bicicleta, andou essa distância toda e chegou pedindo desculpa. Gê ficou muito sentido com essa situação e tranquilizou o rapaz", contou Ana.

Gersínio, então, foi em busca do entregador na web. O post chegou a 150 mil curtidas. Foi criada uma vaquinha que alcançou R$ 50 mil e o jovem de apenas 18 anos foi encontrado.

"Ele veio do interior da Bahia, assim como meu namorado (...) O garoto queria ter dinheiro para ter uma moto, tirar a carteira e ajudar a família, que ainda trabalha na roça. Essa corrente de ajuda começou num tuíte", afirmou a atriz.

Conversamos com ele, estamos ajudando a pensar na educação. As pessoas às vezes não conseguem completar o Ensino Médio porque precisam ajudar em casa. Não queremos que ele se deslumbre nem se assuste com ter ficado famoso. Aconselhamos o Wagner a continuar a estudar. Porque educação é a base de tudo.