PUBLICIDADE
Topo

Paulo Coelho sobre ataques de Bolsonaro a opositores: 'Sinal de fraqueza'

Paulo Coelho participou hoje de um evento chamado "A erosão da liberdade de expressão no Brasil" - Matej Divizna/Getty Images
Paulo Coelho participou hoje de um evento chamado "A erosão da liberdade de expressão no Brasil" Imagem: Matej Divizna/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

08/07/2021 12h02Atualizada em 08/07/2021 12h05

Para o escritor Paulo Coelho, os ataques do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) a seus opositores são um sinal de "fraqueza". Em evento organizado pela OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) e a Comissão Arns pela defesa dos direitos humanos, ele afirmou:

Ganhar e perder faz parte da vida, mas ameaçar como ele tem ameaçado, questionando as eleições, por exemplo, é um sinal de fraqueza total. A fraqueza de alguém que sabe que está sozinho. Paulo Coelho

O evento, chamado "A erosão da liberdade de expressão no Brasil", também contou com a presença de Felipe Neto e a jornalista Patrícia Campos Mello. Paulo Coelho acrescentou:

"Bolsonaro só gosta de pessoas que dão notícias boas. Isso me lembra uma história famosa, a história da roupa nova do rei. Dois costureiros chegaram ao palácio e disseram: vamos fazer as roupas mais lindas do mundo com tecido invisível. E o rei desfilou nu pela cidade. Eu acho que o Bolsonaro é um pouco assim."

Ele está nu, ele está gritando... Quando as pessoas começam a gritar, sabemos que as coisas estão ruins. A pessoa que fala calmamente é mais perigosa, mas o Bolsonaro está assustado. Paulo Coelho