PUBLICIDADE
Topo

Mãe de Britney Spears diz que pai é 'incapaz' de priorizar a filha

Britney Spears com a mãe, Lynne Spears, em 1999 - Getty Images
Britney Spears com a mãe, Lynne Spears, em 1999 Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

27/07/2021 14h03

A mãe de Britney Spears, Lynne, pediu pela primeira vez publicamente o fim do regime de tutela da filha em depoimento à Justiça.

Ela deu detalhes dos possíveis abusos cometidos por Jamie Spears, pai da cantora, e afirmou: "É claro para mim que [Jamie] é incapaz de colocar os interesses [de Britney] acima de seus próprios, tanto no nível profissional quanto pessoal".

No início do mês, a revista New Yorker denunciou os problemas no regime de tutela e tentou entrar em contato com Lynne por telefone. Os repórteres afirmam que ela "falava sussurrando e pedia desculpas, porque talvez precisaria desligar rapidamente se outros membros da família chegassem perto e descobrissem que ela estava falando com um jornalista".

Agora, no depoimento, Lynne falou sobre a relação de Britney com o pai, e disse que a gota d'água foi em 2019, quando Jamie agrediu um dos filhos da cantora: "[A agressão] compreensivelmente destruiu o que restava da relação entre os dois".

A mãe também disse concordar com as suspeitas de Britney sobre os médicos que fizeram sua avaliação psicológica: "[Britney] foi tratada por um médico de desempenho esportivo contratado pelo Sr. Spears, que prescreveu o que eu e muitos outros acreditamos serem remédios completamente inapropriados para a minha filha, que não queria tomar os medicamentos".

De acordo com Lynne, os funcionários da casa de Britney — incluindo empregados domésticos, médicos e seguranças — passam informações detalhadas da rotina da cantora para o pai dela. A mãe comenta: "Esse escrutínio é exaustivo e aterrorizante, como viver na prisão".