PUBLICIDADE
Topo

Ex-estrela do OnlyFans com duas vaginas e dois úteros dá à luz 1º filho

Evelyn ganhou fama no OnlyFans - Reprodução
Evelyn ganhou fama no OnlyFans Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

28/07/2021 21h15Atualizada em 29/07/2021 10h16

A influencer australiana Evelyn, que fez muito sucesso na plataforma adulta OnlyFans e ficou conhecida por ter duas vaginas e dois úteros, deu à luz um bebê saudável em maio de 2021.

A façanha contrariou a previsão dos médicos por ela não rastrear com precisão a ovulação — já que os médicos não sabem se ambos os ovários liberam um óvulo a cada mês ou se eles se alternam.

Além disso, seu trato reprodutivo extra significa que não há muito espaço em sua cavidade abdominal para um feto crescer. Para completar, o parceiro dela tem uma baixa contagem de esperma.

Sua condição, conhecida como útero didelfo, afeta cerca de 1 em 3.000 mulheres em todo o mundo. A Insider conversou com a ex-estrela da indústria adulta, que adotou um pseudônimo para preservar a identidade.

Ela descobriu ao tentar um aborto

Evelyn, uma enfermeira por formação e ex-criadora de conteúdo no OnlyFans, sabia que era diferente quando começou a menstruar e os absorventes internos não funcionavam. Quando iniciou a vida sexual, "parecia muito, muito diferente a cada vez".

A descoberta do útero duplo foi aos 20 anos, quando tentou fazer um aborto. "Foi bom saber o que havia de errado comigo", disse.

Evelyn conta que ela e seu parceiro só usaram sua vagina "direita" ao tentar engravidar — que, por sinal, é o lado mais prazeroso. Durante os dias em que trabalhava no OnlyFans, ela usava apenas a vagina "esquerda".

No final, deu tudo certo. A criança nasceu com 2,3 kg após um parto de cesariana. Os médicos ainda aproveitaram a oportunidade para fotografar ambos os úteros dela. "Todo mundo ficou fascinado por isso", contou a influenciadora, dando risada.

OnlyFans é um site popular na indústria do entretenimento adulto. Nele, as pessoas podem assinar fotos e vídeos de outros, seja famoso ou anonimo. Não há censura para imagens nuas. Ele foi lançado em 2016 no Reino Unido. No Brasil, a página conta com celebridades como Anitta, Raíssa Barbosa, Silva e Rita Cadillac.