PUBLICIDADE
Topo

Conheça igreja do quintal da casa alugada por Isabelle Drummond

Tatiana Campbell

Colaboração para UOL, do Rio de Janeiro

14/08/2021 14h04Atualizada em 14/08/2021 20h59

Com pouco mais de 120 mil seguidores nas redes sociais, o Shore Of Grace Brasil teve o nome envolvido em uma polêmica após uma das suas seguidoras, a atriz Isabelle Drummond, ser denunciada pela proprietária da casa que alugava de construir, sem seu consentimento, um espaço dedicado aos encontros da igreja . O local, base para lives e apresentações, tem o perfil "Live Casa Shores" no Instagram.

A mulher afirma que a artista alugou a casa por dois anos. A locadora diz ter encontrado, ao final do contrato, a construção no quintal do imóvel — ela alega não ter sido informada sobre a obra e que foi bloqueada pela atriz.

Após o fim do aluguel, o espaço foi transferido para a Avenida Érico Veríssimo, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, mesma região onde a mulher alugou o terreno para Drummond.

No Brasil desde 2010

O Shore Of Grace foi fundado no Brasil, em 2010, pelo casal Nic e Rachael Billman. Além da igreja, o casal fundou três organizações sem fins lucrativos no Brasil e escreveram mais de 150 músicas. O projeto possui sedes no Rio de Janeiro, Fortaleza e Recife. Além de unidades nos Estados Unidos.No site é possível encontrar diversas ações realizadas pela equipe. Além desta plataforma, o Shore Of Grace também pode ser encontrado no Instagram, Twitter, Facebook, Spotify e no Youtube.

Nic e Rachel Billman, fundadores Shores of Grace - Reprodução / Site Shore of Fraces - Reprodução / Site Shore of Fraces
Nic e Rachel Billman, fundadores Shores of Grace
Imagem: Reprodução / Site Shore of Fraces

Autorização necessária

O UOL conversou com a advogada Mariana Rothstein para explicar se a obra realizada pela atriz pode ou não ser feita.

"Existem três tipos de obras: as úteis, as necessárias e as voluptuárias. Neste cenário seria este caso das voluptuárias já que é uma obra que não precisa ser feita. Ela seria realizada apenas pelo deleite dele [do inquilino], pelo prazer, porque ele quer. Seria a mesma coisa que a pessoa construir uma piscina, um campo de futebol", explica Mariana Rothstein.

A advogada acrescenta: "Para esta obra você precisa da autorização para fazer, não pode simplesmente fazer e pronto. A orientação é sempre combinar com o dono do imóvel para evitar dor de cabeça futura. O judiciário está inflado com essas ações. Tem casos que o locador não quer receber as chaves, porque o imóvel está sendo entregue de forma diferente do objeto do contrato, tem ação de gente pedindo a retenção do valor da obra feita, mesmo tendo sumula em lei dizendo que obras voluptuárias não são indenizadas".

O UOL procurou a atriz Isabelle Drummond, Nic Billman e Shore of Grace Brasil, até o momento não tivemos retorno.