PUBLICIDADE
Topo

Gabby Petito: Pai de Brian Laundrie se junta à polícia em busca do filho

Brian Laundrie está foragido desde que o corpo de Gabby Petito foi encontrado - Reprodução/Instagram
Brian Laundrie está foragido desde que o corpo de Gabby Petito foi encontrado Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

08/10/2021 12h01Atualizada em 08/10/2021 19h30

Christopher Laundrie, pai de Brian Laundrie, principal suspeito do assassinato de Gabby Petito, se juntou à polícia nas buscas pelo filho.

De acordo com o TMZ, ele mostrou as trilhas que ele e o jovem faziam quando frequentavam uma reserva florestal na Flórida, nos Estados Unidos.

De acordo com seu advogado, Christopher mostrou aos policiais as trilhas e lugares que ele e Brian fizeram caminhadas — além da região onde Brian costumava frequentar.

Ainda segundo o site norte-americano, nenhuma descoberta foi feita. O advogado de Christopher afirmou que a família Laundrie agradece às autoridades policiais e ao trabalho árduo dedicado à busca do filho.

Ontem, porém, a polícia encontrou sinais de acampamento na Reserva Carlton.

Relembre o caso

Gabby Petito e Brian Laundrie iniciaram uma viagem por parques nacionais dos Estados Unidos em junho, quando deixaram a Flórida. A influenciadora digital de 22 anos morou com o noivo por um ano antes de iniciarem o trajeto. Eles chegaram em Utah durante o mês de julho.

O último contato de Gabby com a família foi em 25 de agosto, segundo a mãe dela, Nicole Schmidt. Essa é a mesma data da última postagem da influenciadora no Instagram.

Brian voltou para casa, na Flórida, em 1º de setembro. Procurado pela polícia e pela família da influencer, ele se recusou a falar sobre o caso: não explicou por que ele voltou sozinho nem disse onde a noiva estaria.

Em 17 de setembro, a família disse a investigadores não ter visto Brian Laundrie desde terça-feira (14), quando ele disse ter "saído para uma caminhada" na reserva Carlton.

Os restos humanos de Gabby foram encontrados no dia 19. A perícia identificou o corpo da jovem de 22 anos na Floresta Nacional de Bridger-Teton, em Wyoming.