Topo
Blog do Mauricio Stycer

Blog do Mauricio Stycer

Globo não dá explicação plausível para o cancelamento de “Sob Pressão”

Mauricio Stycer

18/04/2019 05h01

Marjorie Estiano e Julio Andrade em gravação da terceira temporada de Sob Pressão. Imagem: Globo / Raquel Cunha

A Globo promoveu nesta quarta-feira (17), no Rio, o lançamento da terceira temporada de "Sob Pressão", que estreia no dia 2 de maio. A primeira pergunta dos jornalistas na entrevista foi sobre a razão de a emissora ter decidido não fazer uma quarta temporada depois desta.

A resposta oficial da Globo é que, "a exemplo do que ocorre com diversos outros produtos, os ciclos se encerram e novos projetos surgem nessa nossa grade dinâmica e diversa".

Em seis tópicos, mostro por que esta não é uma explicação plausível ou convincente:

1. As primeiras duas temporadas de "Sob Pressão" foram bem-sucedidas em matéria de audiência. Nenhum dos 22 episódios exibidos até agora ficou abaixo da média estabelecida como meta, de 20 pontos.

2. A série foi bem recebida por críticos no Brasil e no exterior. Venceu o Festival Internacional de Biarritz (França) como melhor série, além de ter participado dos concorridos festivais de Berlim e Toronto.

3. "Sob Pressão" foi vendida para mercados muito ambicionados, como Itália, Portugal e Argentina, além de Emirados Árabes, Catar e Egito, entre outros países.

4. A primeira temporada teve 9 episódios (o último, duplo). Na segunda, a encomenda foi de 11 (com um duplo também). E a terceira terá 14. Ou seja, a Globo vinha investindo na série de forma crescente.

5. Em setembro de 2018, ao lançar a segunda temporada, a Globo já havia encomendado a terceira temporada e avisado à equipe que queria uma quarta.

6. Nenhum dos dois protagonistas (Julio Andrade e Marjorie Estiano) pediu para sair. A atriz só foi escalada para uma novela em 2020 após a emissora decidir que não haverá quarta temporada de "Sob Pressão". A Conspiração Filmes, coprodutora, não manifestou interesse em parar de fazer a série. Os autores mais de uma vez observaram que havia assunto para várias outras temporadas.

No mesmo período em que a Globo decidiu cancelar "Sob Pressão" após três temporadas, a emissora também decidiu não renovar "Ilha de Ferro" após o término da segunda temporada.

A resposta oficial que recebi sobre o cancelamento das duas séries foi a seguinte: "Como você mesmo pontuou, ambas são séries de excelente repercussão junto ao público e à crítica, mas, a exemplo do que ocorre com diversos outros produtos, os ciclos se encerram e novos projetos surgem nessa nossa grade dinâmica e diversa. De resto, nunca confirmamos oficialmente que haveria uma quarta temporada de 'Sob Pressão' nem uma terceira temporada de 'Ilha de Ferro'. E, além disso, sabe como é a dinâmica de temporada, né?! Elas estão terminando, não há previsão de novas temporadas, mas nada impede que voltem em algum momento caso haja um caminho criativo e de produção interessante!"

Conversei com várias pessoas envolvidas na produção de "Sob Pressão" e nenhuma soube dizer por que a série não será continuada. Especulações existem, mas não vou reproduzi-las. Quem sabe um dia a Globo dê uma explicação mais convincente.

Veja também
"MacGyver do SUS" é a aposta da Globo em Sob Pressão, série médica realista

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o autor

Mauricio Stycer, jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 30 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na "Folha de S.Paulo". Começou a carreira no "Jornal do Brasil", em 1986, passou pelo "Estadão", ficou dez anos na "Folha" (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o diário esportivo "Lance!" e a revista "Época", foi redator-chefe da "CartaCapital", diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018), "Adeus, Controle Remoto" (Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e "O Dia em que Me Tornei Botafoguense" (Panda Books, 2011).

Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.