PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Fefito


Jean Massumi sobre Pyong no 'BBB': 'Esse cara não é um jogador 100% ético'

Jean Massumi no BBB3 - Divulgação
Jean Massumi no BBB3 Imagem: Divulgação
Fefito

Fernando Oliveira, conhecido como Fefito, é formado em jornalismo e pós-graduado em direção editorial. Teve passagens pela IstoÉ Gente, Diário de S. Paulo, iG, R7. Atuou como apresentador do Estação Plural, da TV Brasil, Mulheres, da TV Gazeta, e Morning Show, da Jovem Pan.

Colunista do UOL

27/02/2020 19h10

Resumo da notícia

  • Um dos maiores estrategistas da história do "BBB", Jean evita comparações
  • Massoterapeuta acha que Pyong deveria ter sido expulso por assédio
  • Para Jean, Pyong está apavorado e tentando tirar o foco da festa em que ficou bêbado

Primeiro jogador a assumir ser estrategista no "BBB", Jean Massumi é lembrado até hoje por sua participação na terceira edição do programa. O massoterapeuta, que virou rival de Dhomini, campeão da temporada, acabou em quarto lugar na disputa pelo prêmio, mas entrou para a galeria dos grandes personagens do reality show. Por causa de seus cálculos na época, há quem o compare com Pyong, atualmente considerado estrategista e manipulador no "BBB 20". Jean, no entanto, rechaça a comparação. "Não gosto quando me comparam com ele. Nunca faria o que ele fez lá dentro", afirma o ex-BBBstrong, sobre as acusações de assédio que pesam contra o ilusionista. "Para mim, ele está apavorado e tentando a todo custo diminuir os efeitos do episódio daquela festa. Ele está tentando desviar o foco como bom ilusionista que ele é." Leia a seguir a conversa com Jean.

Tem assistido a esse "BBB"? O que acha do jogo do Pyong?
Eu acho que dos BBBs, depois do meu ("BBB 3") e do Jean Wyllys ("BBB 5"), esse é o que mais tenho acompanhado. Eu não gosto do Pyong. Gosto dele como jogador, mas parto do pressuposto de que ele não deveria mais estar lá. Não dá para analisar o jogo dele com boa vontade, porque ele teria que ter sido eliminado.

Por que ele já deveria ter sido eliminado?
Ele teria que ter sido eliminado por conta do assédio. O Petrix também não foi expulso por causa disso, acho existe uma passada de pano geral para isso nesta temporada. Não vou analisar a vida do Pyong aqui fora, falo do que ele fez lá dentro. Uma semana antes da festa em que tudo aconteceu, fiz um post nas redes sociais analisando ele por causa do episódio em que o Pyong contou para o Hadson o que a Marcela tinha falado para ele (Marcela havia desabafado sobre a descoberto do plano de testar a fidelidade das meninas famosas). Naquele momento eu vi que Pyong tinha uma brecha moral. Esse cara não é um jogador 100% ético. Vi que ele gostava muito de aparecer, fazer o VTzinho dele e posar de desconstruído, mas é tudo fake, com todas aquelas dancinhas. Falta sentimento ali. Ele é um cara pragmatista e peca pela moral. Ele acaba não levando em consideração muita gente para chegar no objetivo dele. Na época, os fãs dele me xingaram. Uma semana depois, aconteceu a festa do pileque em que ele lambeu o pescoço da Marcela e passou a mão na bunda da Flay. Depois disso, calaram a boca. Mas fui até quem me xingou, mostrei as imagens e perguntei: "E agora"?

Por que acha que Pyong não tem sido tão condenado quanto Petrix aqui fora?
As pessoas dão como desculpa que o Pyong estava bêbado naquela festa. Quando você divide a responsabilidade de um ato com a bebida, você não está analisando o ato de forma idônea. É doloso do mesmo jeito se você bate um carro bêbado. Não vem com essa de que a bebida atenua uma má conduta. Se ele tem problemas com álcool e perde o controle, não devia ter bebido então. Já o Petrix fazia sóbrio, mas não acho que seja uma justificativa. Acho que muita gente enxerga Pyong como uma fonte de entretenimento. Enquanto estiver sendo divertido e agradável, ele terá uma dilatação da crítica das pessoas.

O que acha de ser comparado com Pyong por causa da estratégia?
Eu não gosto quando me comparam com ele. Nunca fiz um troço desse na vida, quanto mais no BBB. Existe uma questão do Pyong, que, para mim, faz parte dessa brecha moral, que é desqualificar o adversário. Muita gente chama isso de soberba. Quando ele desqualifica como desqualificou o Prior chamando de burro e cérebro de ervilha, dando como certa a eliminação dele, ele menospreza o adversário. Quando ele desqualifica o adversário, ele desqualifica uma possível vitória dele. No "BBB 3" eu e o Dhomini tínhamos um duelo. Se eu falasse que ele era burro ou isso ou aquilo, eu ganharia de um barro. Qual a vantagem, a importância ou a relevância de ganhar de alguém que você acha que não é bom? Além disso, você não sabe o efeito que isso pode ter aqui fora. As pessoas desenvolvem empatia pelos perseguidos.

Ser estrategista no "BBB" é um defeito ou qualidade?
Eu acho que é uma qualidade sempre. No "BBB" tem dois jogos: o interno e o externo. A estratégia que te ajuda muito no interno é fugir de paredões. Isso é basicamente o último discurso do Tiago Leifert, que achei muito bacana. Talvez tenha sido o melhor dele. O cálculo e a estratégia funcionam muito no jogo interno, e é isso que Pyong está fazendo nesse momento. Para mim, ele está apavorado e está tentando a todo custo diminuir os efeitos do episódio daquela festa. Ele está tentando desviar o foco, como bom ilusionista que ele é.

Ainda assim, e apesar da acusação de assédio, Pyong pode ser considerado um bom estrategista?
Mesmo tendo assediado, não posso diminuir o valor dele enquanto jogador estratégico. Se o Babu tivesse a visão de jogo que Pyong tem ele seria um fortíssimo candidato, mas me joga mal para dedéu. Na minha opinião, ele não tem essa relevância toda. Ele pode até entrar para a história, afinal, temos vencedores e um presidente que não foram ou são moralmente corretos. Ele pode entrar para história do "BBB", mas sempre vai ter uma mancha no currículo.

Para quem você torce nessa edição?
Thelma, porque ela une qualidades muito interessantes. Ela é cirúrgica nas opiniões dela. Dificilmente opina em coisas que não condizem, tem se mantido com independência no jogo, mais até que a Gizelly, que também considero interessante. Acho que ela está em processo de decolagem. Não sei se ela chega numa final porque ainda não apareceu tanto. Se for para um paredão na semana que vem corre o risco de sair, dependendo do adversário. Mas, para mim, é a melhor personagem.

Fefito