PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Fefito


Com suspensão de novelas, Globo terá de prorrogar contratos de atores

Lurdes passa mal em "Amor de Mãe": novela deve ser suspensa - Reprodução/Globo
Lurdes passa mal em 'Amor de Mãe': novela deve ser suspensa Imagem: Reprodução/Globo
Fefito

Fernando Oliveira, conhecido como Fefito, é formado em jornalismo e pós-graduado em direção editorial. Teve passagens pela IstoÉ Gente, Diário de S. Paulo, iG, R7. Atuou como apresentador do Estação Plural, da TV Brasil, Mulheres, da TV Gazeta, e Morning Show, da Jovem Pan.

Colunista do UOL

16/03/2020 10h45

Resumo da notícia

  • Para manter elenco na casa e finalizar novelas, emissora terá de prolongar contratos por obra
  • Globo conversará ainda com anunciantes para mantê-los no horário nobre mesmo sem capítulos inéditos
  • Previsão é que novelas possam ficar fora do ar por até dois meses

A Globo deve ter prejuízo com a suspensão de novelas por causa do coronavírus. A emissora bate nesta segunda-feira (16) o martelo sobre o destino de "Amor de Mãe" e "Salve-se Quem Puder", que devem ser interrompidas para evitar que seus funcionários sejam expostos ao vírus. "Éramos Seis", na reta final, deve ir ao ar até o último capítulo. E sua sucessora, "Nos Tempos do Imperador" deve ser adiada.

Sem colocar um ponto final nas tramas das sete e das nove, a emissora terá de prorrogar os contratos por obra dos atores por tempo indeterminado. Para se ter uma ideia, um artista não tão conhecido, mas em papel de destaque, em seus folhetins ganha entre R$ 15 mil e R$ 25 mil. O departamento jurídico do canal já estuda um aditivo aos documentos para manter o elenco à disposição da casa.

O prejuízo não ocorre somente na folha de pagamento. Com a interrupção prematura das novelas, as cotas de publicidade também terão de ser revistas. Clientes que compraram espaço nos intervalos da trama das nove devem ganhar uma oferta de desconto para manter a propaganda no ar durante a exibição de reprises ou séries do GloboPlay, algumas das opções em estudo.

Internamente, a Globo trabalha de suspender as novelas inéditas por cerca de dois meses, uma vez que o surto de coronavírus no Brasil deve atingir seu pico entre abril e maio. A decisão será formalmente anunciada no começo desta semana.

Fefito