PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Leo Dias


Sobrinho-neto gay de Malafaia: "Não quero que a família se orgulhe de mim"

Rodrigo Westermann - Reprodução/Instagram
Rodrigo Westermann Imagem: Reprodução/Instagram
Leo Dias

Leo Dias é jornalista e diretor-executivo do "TV Fama", da Rede TV!. Foi correspondente internacional da rádio portuguesa RDP, passou pelas TVs Bandeirantes e RedeTV! e apresentou um programa na rádio FM O Dia, líder de audiência no Rio de Janeiro, onde entrevistava políticos, jogadores de futebol, dirigentes e muitos artistas. Assinou uma coluna de celebridades no jornal "O Dia" e também esteve nos jornais "Extra" e nas revistas "Contigo", "Chiques e Famosos", "Amiga" e "Manchete". Apesar dessa experiência, sempre se definiu como repórter, tamanha paixão pela apuração da notícia e pela vontade em produzir conteúdos exclusivos. Polêmico, controverso e dono de uma forte personalidade, Leo conquistou um público cativo por dar notas explosivas e audaciosas num mundo artístico mais conservador. Seu lema: "A fama tem um preço estou aqui para cobrar".

Colunista do UOL

24/10/2019 09h00

Até pouco menos de dois meses, quem conhecia o modelo Rodrigo Westermann não fazia ideia de que ele pertencia a uma das famílias mais tradicionais e poderosas do mundo evangélico. Sobrinho-neto do pastor Silas Malafaia, um dos principais líderes protestantes do país, conhecido pela atuação política e discurso de ódio contra os direitos dos homossexuais, Rodrigo, por muito tempo, escondeu o sobrenome do tio-avô, mas, hoje, faz questão de chamar a atenção para o parentesco como forma de lutar contra aquilo que propagam seus familiares.

"Não quero me promover às custas do Senhor Malafaia. Sofri muito por ser gay em uma família evangélica, passei por depressão, e, apesar de nunca ter pensado em me matar, sei que muitos pensam nisso todos os dias. Espero ter voz, fazer barulho para poder ajudar quem passa por isso.", diz Rodrigo, revelando que não faz questão nenhuma que a família Malafaia se orgulhe por ter ele como um de seus integrantes. "As pessoas têm muito isso de querer que a família tenha orgulho delas. Não quero que minha família sinta orgulho de mim, porque o não-orgulho deles é o orgulho dos meus amigos, de tudo o que eu vivo pela busca da igualdade, que é o que minha família não apoia. A gente precisar dar orgulho para o que pensamos ser o certo.", diz o modelo.

Ao ser questionado sobre o que o sobrenome Malafaia representa para ele, Rodrigo é direto. "Malafaia significa toda a repressão que eu vivi, um mundo onde as pessoas ditam um amor que tem limites, que não te aceita do jeito que você é. Para mim, isso não é amor. Amor mesmo é o que eu vivo hoje.", diz em referência ao relacionamento com o cantor Leandro Buenno, ex-The Voice Brasil, com quem está de casamento marcado para o dia 21 de março do próximo ano. A cerimônia será realizada em uma fazenda, em São Paulo, e embalada ao som da música composta por Buenno em homenagem ao marido, que fará parte do EP que o cantor lançará em breve. "Depois de tudo o que passei, estou na melhor fase da minha vida. O Lê é a pessoa que mais cuida de mim, que é mais maravilhosa comigo. Estamos cheios de projetos, e o casamento é só para somar. Estou bem feliz.", comemora Rodrigo.

A Coluna Leo Dias procurou o pastor Silas Malafaia para comentar as declarações do sobrinho-neto, mas ainda não obteve um retorno a respeito.

* Com a colaboração de Geizon Paulo

Rodrigo Westermann e Leandro Buenno - Reprodução/Instagram
Rodrigo Westermann e Leandro Buenno
Imagem: Reprodução/Instagram

Leo Dias