Topo

Coluna

Leo Dias


"Dou minha opinião porque fui julgada a vida inteira", diz Luana Piovani

Luana Piovani - Divulgação/E!
Luana Piovani Imagem: Divulgação/E!
Leo Dias

Leo Dias é jornalista e apresentador do programa "Fofocalizando", do SBT. Foi correspondente internacional da rádio portuguesa RDP, passou pelas TVs Bandeirantes e RedeTV! e apresentou um programa na rádio FM O Dia, líder de audiência no Rio de Janeiro, onde entrevistava políticos, jogadores de futebol, dirigentes e muitos artistas. Assinou uma coluna de celebridades no jornal "O Dia" e também esteve nos jornais "Extra" e nas revistas "Contigo", "Chiques e Famosos", "Amiga" e "Manchete". Apesar dessa experiência, sempre se definiu como repórter, tamanha paixão pela apuração da notícia e pela vontade em produzir conteúdos exclusivos. Polêmico, controverso e dono de uma forte personalidade, Leo conquistou um público cativo por dar notas explosivas e audaciosas num mundo artístico mais conservador. Seu lema: "A fama tem um preço estou aqui para cobrar".

Colunista do UOL

31/10/2019 18h03

Conhecida por ser polêmica ao se posicionar sobre os mais diversos temas, Luana Piovani promete seguir 'causando' em seu programa 'Luana é de Lua', no canal E!. No Brasil para a divulgação da segunda temporada da atração, que ainda será produzida, mas já tem previsão de estreia para setembro do ano que vem, a atriz e apresentadora garante, como ela própria diz "meter o dedo na ferida". "Vou falar sobre separação, sobre paternidade. Estou com essa experiência latente e vi como isso é um assunto que permeia a vida de todo mundo.", disse, adiantando que o final do relacionamento com Pedro Scooby e a relação dele com os filhos estará entre as temáticas da nova temporada.

Criticada por suas colocações sobre tudo e todos, Luana diz não ter melindres para expor sua opinião porque sempre foi julgada, e isso fez com que ela pudesse fazer o mesmo. "As pessoas me dizem: 'Mas ninguém pediu sua opinião, por que você está dando?'. Porque a vida inteira, fizeram isso comigo. Eu nunca perguntei às pessoas o que elas achavam, e elas estavam o tempo todo me dizendo se o que eu fazia era certo ou errado. Chegou um momento em que eu disse: 'Ah, também vou dizer o que eu estou achando'.", conta a atriz, que se não vê razão para suas declarações terem tanta repercussão. "As pessoas perdem tempo com coisas tão pouco importantes tendo tanta coisa importante ser discutida.", diz.

Sem vergonha de se expor, Luana diz que existe um custo por ser tão verdadeira, mas que não se arrepende. "Eu pago o preço de dar minha opinião há anos e acho que vale a pena porque eu olho espelho, bato a mão no peito e falo: 'essa sou eu'. Eu falo a verdade, e as pessoas se constrangem com isso.", diz Piovani que, na velhice, quer olhar para trás e admirar o que viveu. "Quando eu tiver 85 anos, vou falar: fiz tudo o que escolhi fazer. Não me enganei em nenhum momento. Não me deixei abusar, porque é um abuso pegar um ser humano e engessar ele, colocando-o em uma caixinha. Fazendo isso, você mata uma pessoa, mata uma vida.", diz a atriz.

Apesar de se considerar uma mulher forte, Luana revela que é frágil. "Eu tenho milhões de fragilidades. Recentemente, mandei uma mensagem para o meu namorado - Luana namora o jogador de basquete israelense Olef Malka - que dizia: 'Eu pareço uma rocha, mas eu sou uma flor. Não esqueça disso'. Acho que eu me coloco como uma rocha, então é difícil olhar para mim e ver uma flor.", diz a atriz, que conta que, às vezes, tem de lembrar às pessoas para terem cuidado com ela. "Mas isso, apenas para quem tem importância na minha vida. Para as pessoas das redes sociais nem preciso lembrar porque ali não tem Luana flor. É só rocha mesmo.", finaliza.

* Com colaboração de Gaby Cabrini

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Leo Dias