Topo

Coluna

Leo Dias


Ludmilla é chamada de "nojenta" e se envolve em confusão em boate

Ludmilla mostra sua nova mansão e choca com piscina vermelha -
Ludmilla mostra sua nova mansão e choca com piscina vermelha
Leo Dias

Leo Dias é jornalista e diretor-executivo do "TV Fama", da Rede TV!. Foi correspondente internacional da rádio portuguesa RDP, passou pelas TVs Bandeirantes e RedeTV! e apresentou um programa na rádio FM O Dia, líder de audiência no Rio de Janeiro, onde entrevistava políticos, jogadores de futebol, dirigentes e muitos artistas. Assinou uma coluna de celebridades no jornal "O Dia" e também esteve nos jornais "Extra" e nas revistas "Contigo", "Chiques e Famosos", "Amiga" e "Manchete". Apesar dessa experiência, sempre se definiu como repórter, tamanha paixão pela apuração da notícia e pela vontade em produzir conteúdos exclusivos. Polêmico, controverso e dono de uma forte personalidade, Leo conquistou um público cativo por dar notas explosivas e audaciosas num mundo artístico mais conservador. Seu lema: "A fama tem um preço estou aqui para cobrar".

Colunista do UOL

14/11/2019 06h00

Resumo da notícia

  • A cantora Ludmilla se envolveu em uma confusão em uma boate do Rio de Janeiro. Ela teria esfregado o celular na cara de uma funcionária da casa.
  • O motivo para o barraco seria o fato de a funcionária ter se referido à cantora como "nojenta", o que a profissional nega ter acontecido.
  • À Coluna Leo Dias, Ludmilla reafirma que não se enganou em relação à funcionária, mas nega que tenha a agredido.
  • Segundo a funkeira, ela simplesmente mostrou para a funcionária o significado da palavra "nojenta" em seu celular.
  • A boate reiterou apoio à funcionária, dizendo que acredita na idoneidade dela.

Na noite da última terça-feira (12), a cantora Ludmilla constrangeu uma funcionária da Boate Boox, no Arpoador, no Rio de Janeiro, após ser chamada de "nojenta" por outra pessoa. Por volta de uma da manhã, a cantora chegou com um grupo de amigos ao local e, logo na entrada, com todo alvoroço causado por sua presença, uma pessoa que estava na fila perguntou quem era a celebridade chegando. Uma outra pessoa da fila respondeu: "É a nojenta da Ludmilla". Nesse momento, uma amiga de Ludmilla olha para trás e, ao ver a caixa da boate fazendo o cartão dos clientes, automaticamente associa que o xingamento partiu dela, mas nada faz.

Em seguida, Ludmilla foi encaminhada para um espaço reservado dentro da boate onde teve todas as regalias dadas pelo estabelecimento, leia-se comida e bebida de graça. Por lá, o grupo permaneceu por três horas, até que, na hora de ir embora, Ludmilla foi tirar satisfação com a tal funcionária da boate, que estava na entrada no início da noite. A funkeira pegou seu celular, digitou o termo "nojenta" e esfregou, literalmente, na cara da colaboradora da danceteria, que nada tinha a ver com a situação e começou a chorar devido ao constrangimento.

Procurada, a assessoria de Ludmilla disse, em nota, que a artista não se enganou quanto a autora da ofensa nem esfregou o celular na cara da funcionária. Ela teria apenas mostrado o significado da palavra "nojenta" e reforçado, educadamente, a importância de ter mais empatia e respeito pelas pessoas. Ainda, segundo a assessoria, não houve choro ou qualquer tipo de agressão por parte da artista. Na nota, a assessoria ressalta que "mesmo que a Ludmilla tenha uma imagem pública, isso não dá a ninguém o direito de agredi-la verbal e moralmente" e que repudia qualquer tipo de preconceito, seja qual for. A assessoria também lamenta que ainda existam comportamentos assim e espera que atitudes como a de Ludmilla façam as pessoas refletirem e mudarem suas posturas e pensamentos em relação ao próximo.

A boate Boox, através de nota, disse lamentar o ocorrido, mas afirma que acredita na idoneidade de sua funcionária. A boate disse ainda que suas portas estarão sempre abertas para receber a cantora Ludmilla com o mesmo carinho e afeto que recebeu na noite na última terça.

Leo Dias