Topo

Coluna

Leo Dias


Amora Mautner sobre final de Josiane: "Ela é psicopata. Eles não mudam"

A diretora Amora Mautner, de "A Dona do Pedaço"  - João Cotta/Divulgação/TV Globo
A diretora Amora Mautner, de "A Dona do Pedaço" Imagem: João Cotta/Divulgação/TV Globo
Leo Dias

Leo Dias é jornalista e diretor-executivo do "TV Fama", da Rede TV!. Foi correspondente internacional da rádio portuguesa RDP, passou pelas TVs Bandeirantes e RedeTV! e apresentou um programa na rádio FM O Dia, líder de audiência no Rio de Janeiro, onde entrevistava políticos, jogadores de futebol, dirigentes e muitos artistas. Assinou uma coluna de celebridades no jornal "O Dia" e também esteve nos jornais "Extra" e nas revistas "Contigo", "Chiques e Famosos", "Amiga" e "Manchete". Apesar dessa experiência, sempre se definiu como repórter, tamanha paixão pela apuração da notícia e pela vontade em produzir conteúdos exclusivos. Polêmico, controverso e dono de uma forte personalidade, Leo conquistou um público cativo por dar notas explosivas e audaciosas num mundo artístico mais conservador. Seu lema: "A fama tem um preço estou aqui para cobrar".

Colunista do UOL

23/11/2019 01h07

Resumo da notícia

  • A diretora de 'A Dona do Pedaço', Amora Mautner, explicou que a personagem Josiane não tinha como se redimir por ser psicopata.
  • De acordo com Amora, pessoas com esse perfil não mudam. Ela festejou a novela e a amizade criada com o autor do folhetim, Walcyr Carrasco.
  • A diretora diz que só pensa em descansar, após o extenuante trabalho de um ano à frente da novela, mas revela dois novos projetos.
  • Ela vai dirigir a continuação de 'Verdade Secretas' e uma série sobre o goleiro Bruno, condenado por ser mandante de assassinato, para a Globoplay.

Um dos desfechos mais aguardados no final de 'A Dona do Pedaço' era o de Josiane, brilhantemente interpretada por Agatha Moreira. Houve quem acreditasse no arrependimento da filha da boleira Maria da Paz, que depois de trair a mãe e matar quem se colocou em seu caminho chegou a se converter, tornando-se evangélica. Mas, para surpresa de parte do público, o autor Walcyr Carrasco fez com que Josiane mostrasse seu perfil patológico, voltando a matar, desta vez, Régis.

Responsável pessoalmente pela gravação das últimas cenas de Josiane, a diretora Amora Mautner, em conversa com a Coluna Leo Dias, revelou o porquê de não redimir a vilã. "Josiane, ela é psicopata. Eles não mudam.", disse ela, que considera um grande presente ter podido contar a história de 'A Dona do Pedaço'. Outro presente foi poder trabalhar novamente com o autor Walcyr Carrasco. "Trabalhar com ele era algo que eu queria há muito tempo. Eu já tinha feito 'O Cravo e a Rosa', que, eu acho, foi a primeira novela dele na Globo e a primeira novela em que fui promovida. Então, para mim, eu sempre tive esse vínculo com ele. E, agora, eu posso dizer que eu estou mais feliz ainda porque, além de eu ter encontrado um parceiro, eu ganhei um amigo de vida.", conta.

Terminada 'A Dona do Pedaço', Amora só pensa em descansar. "Estou exausta. Novela é um trabalho muito longo, de um ano, com várias frentes. Eu só penso em tirar férias, descansar, ir à praia, viajar muito e ficar com a minha filha.", diz ela, que, apesar desse discurso, já tem dois projetos certos para realizar no próximo ano: a continuação de 'Verdades Secretas' e uma série sobre o goleiro Bruno, do Flamengo, condenado por ser o mandante da morte da amante, Eliza Samudio, para a Globoplay.

"A gente começa em junho a pré-produção de 'Verdade Secretas 2', com o meu amado Walcyr. Estou muito animada com o projeto, porque é um tema muito adulto e livre. Dá para a gente fazer de uma forma mais autoral. Depois, eu vou fazer o 'Goleiro Bruno', que é um projeto também muito legal para a Globoplay, com a Vanessa Giácomo, em cima do texto do Leslie Leitão [e também de Paulo Carvalho e Paula Sarapu]. A Globo já comprou os direitos do livro, e a gente vai começar a produzir.", revela Amora.

Leo Dias