PUBLICIDADE
Topo

Wesley Safadão é o cantor mais antenado com o que o jovem está ouvindo

Wesley Safadão - João Alvarez/UOL
Wesley Safadão Imagem: João Alvarez/UOL
Blog do Leo Dias

Notícias exclusivas sobre o mundo das celebridades e os bastidores do show business no Brasil.

Colunista do UOL

26/11/2019 11h53

Certa vez, em um bate-papo na casa de Wesley Safadão, ele contou uma de suas principais táticas para manter-se no topo: estar sempre atrelado ao público jovem e, principalmente, ao que ele estiver ouvindo. E lembrou que chegou a reduzir drasticamente o valor de um cachê só porque tratava-se de uma formatura. "O jovem vai lembrar para sempre do dia em que se formou, e eu vou estar associado a este pensamento", contou, brilhantemente.

Basta um cantor jovem estourar, que logo depois, lá estará Safadão fazendo um feat com ele. Assim foi com Anitta e Nego do Borel, Kevinho e o caso mais recente envolve o novo fenômeno no funk carioca: Kevin O Chris. Nos bastidores da gravação do DVD de Nego do Borel, Wesley tratou de descobrir qual era o camarim de Kevin e lá foi ele cumprimentar o maior hit-maker do funk atual.

E a reação desses novos talentos ao darem de cara pela primeira vez com Safadão é sempre a mesma: perplexidade. Eles ficam paralisados ao saber que o poderoso Safadão conhece o trabalho deles. Kevinho jamais esquecerá o dia que Wesley ligou bem no início de sua carreira para gravarem algo junto.

A relação de Safadão com Dennis DJ é praticamente um casamento com comunhão de bens. Para você ter uma ideia, o sonho de todo formando hoje no Brasil é que sua festa tenha Dennis como atração. Por isso, lá foi Safadão se unir a ele. Já foram quatro feats com rapaz.

A estratégia de conquista dos jovens inclui, lógico, as redes sociais. Wesley foi atrás dos ícones da web e de humoristas jovens do Nordeste e adotou os meninos que acabaram virando personagens de uma historinha engraçada. O forrozeiro transformou seu assistentes pessoais em um personagem. Odete, que sofre com as brincadeiras do cantor, tem até fã-clube. Essa estratégia, além de trazer engajamento para suas redes sociais, mais uma vez, renova seu público. E essa renovação é fundamental para diferenciá-lo de todos os outros cantores do Nordeste.

Outro claro exemplo é o 'WS On Board', cruzeiro que está sendo realizado por Wesley Safadão nesta semana. Um navio lotado de 'influenciadores digitais' e com o que esses "arrobas do Instagram" mais gostam. Ninguém sabe ao certo o que esses 'influenciadores' fazem e como conquistaram tantos seguidores, mas Wesley proporciona tudo que eles mais gostam: bebida de graça, área vip e a sensação de terem intimidade com o artista, sentindo como se fosse uma verdadeira celebridade.

Safadão é muito antenado. Gravar com os novos ídolos da juventude renova sua imagem e a sua carreira, independentemente de emplacar ou não um hit. Ele sabe que a idade média de quem frequenta shows e baladas é bem jovem. Ele acaba entrando em outra "bolha", bem distante da bolha do forró. E esta estratégia tem dado super certo.

E mais: ele quer que sua música chegue aos ouvidos do brasileiro de qualquer maneira, o importante é ser ouvido. Tanto é que existe um site muito popular no Nordeste, chamado "Sua música", que é uma espécie de "Spotify dos pobres". O ser que mais alimenta esse site chama-se Wesley Safadão, que mensalmente posta seus shows na íntegra. Resumo: o sucesso de Wesley é bem pensado e, pelo visto, terá longa duração.

*Com colaboração de Lucas Pasin