Topo

Coluna

Leo Dias


Luan Santana: fenômeno que precisa urgentemente de uma transição de público

Luan Santana  - Manuela Scarpa/Brazil News
Luan Santana Imagem: Manuela Scarpa/Brazil News
Leo Dias

Leo Dias é jornalista e diretor-executivo do "TV Fama", da Rede TV!. Foi correspondente internacional da rádio portuguesa RDP, passou pelas TVs Bandeirantes e RedeTV! e apresentou um programa na rádio FM O Dia, líder de audiência no Rio de Janeiro, onde entrevistava políticos, jogadores de futebol, dirigentes e muitos artistas. Assinou uma coluna de celebridades no jornal "O Dia" e também esteve nos jornais "Extra" e nas revistas "Contigo", "Chiques e Famosos", "Amiga" e "Manchete". Apesar dessa experiência, sempre se definiu como repórter, tamanha paixão pela apuração da notícia e pela vontade em produzir conteúdos exclusivos. Polêmico, controverso e dono de uma forte personalidade, Leo conquistou um público cativo por dar notas explosivas e audaciosas num mundo artístico mais conservador. Seu lema: "A fama tem um preço estou aqui para cobrar".

Colunista do UOL

29/11/2019 10h06

Luan Santana é algo que acontece de 10 em 10 mil anos no Planeta Terra. Talentoso, inteligente, educado, gentil, bonito... dono da melhor equipe que cerca um artista no país. São todos muito profissionais. Mas, como diz uma amiga minha: Deus não dá tudo a todo mundo. E não dá mesmo.

O grande defeito da carreira de Luan é que o fã homem tem vergonha de dizer que o idolatra. Logo o povo machista brasileiro irá questionar a opção sexual do tal fã. E isso é de uma maldade sem fim.

Luan tem sim fãs homens, mas eles se escondem. Não os compare jamais aos fãs de Gusttavo Lima, aquele é objeto de desejo nacional. Uns querem ter, outros ser. E há um ditado muito sério na música que diz: "Cantor homem que não tem público masculino está fadado ao fracasso".

Há várias soluções para reverter isso e e Luan está agindo. Ele precisa se livrar da cara de menino urgentemente. E nada melhor que casar e ser pai. O Brasil vê de outra maneira. As famílias passam a ir juntas aos shows.

Luan tem dado sinais claros de que que os gritinhos não agregam nada à sua brilhante carreira. Sua carreira é moda, e moda passa.

Luan se entregou ao máximo à divulgação de seu último DVD. Fez de tudo. Juntou-se à Globo Play, malhou, tirou a camisa, mas não foi um hit. A melhor solução, Luan, é amadurecer.

Show de Luan é certeza de duas coisas: casa lotada e bar falido. Seus fãs só bebem água e refrigerante. E aí, fazer o quê?

Aos poucos, o púbico do Luan vai estar no mercado de trabalho e olhar para trás e ver o mico que pagou. É sempre assim.

Então uma dica Luan: case logo e já tenha filhos, Isso tem que ser para já. Antes que não haja renovação dos cantores. Porque como cantava Elis, "o novo sempre vem"

Leo Dias