PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Leo Dias


Deborah Secco fala sobre novela e envelhecer: 'Pronta para cabelo branco'

Deborah Secco será Alexia em "Salve-se Quem Puder" - Reprodução/Instagram
Deborah Secco será Alexia em 'Salve-se Quem Puder' Imagem: Reprodução/Instagram
Leo Dias

Leo Dias é jornalista e diretor-executivo do "TV Fama", da Rede TV!. Foi correspondente internacional da rádio portuguesa RDP, passou pelas TVs Bandeirantes e RedeTV! e apresentou um programa na rádio FM O Dia, líder de audiência no Rio de Janeiro, onde entrevistava políticos, jogadores de futebol, dirigentes e muitos artistas. Assinou uma coluna de celebridades no jornal "O Dia" e também esteve nos jornais "Extra" e nas revistas "Contigo", "Chiques e Famosos", "Amiga" e "Manchete". Apesar dessa experiência, sempre se definiu como repórter, tamanha paixão pela apuração da notícia e pela vontade em produzir conteúdos exclusivos. Polêmico, controverso e dono de uma forte personalidade, Leo conquistou um público cativo por dar notas explosivas e audaciosas num mundo artístico mais conservador. Seu lema: "A fama tem um preço estou aqui para cobrar".

Colunista do UOL

27/01/2020 15h10

Resumo da notícia

  • Deborah Secco será Alexia em 'Salve-se Quem Puder", nova novela das 19h
  • Atriz não vê as novelas como cada vez mais óbvias e menos desafiadoras
  • Deborah diz que não tem medo de envelhecer e se inspira em Fernanda Montenegro e Laura Cardoso
  • Ela e o marido Hugo Moura ainda vivem impasse se pretendem engravidar ou adotar após a novela

Deborah Secco dará vida a mais um papel. Desta vez em "Salve-se Quem Puder", nova novela das 19h que começa nesta segunda-feira (27), ela será a atriz Alexia, consagrada no teatro mas que ainda tenta uma oportunidade de estrear na TV. Algo muito diferente da vida de Deborah, que já está há mais de 30 anos nas telas dos brasileiros e nem pensa em parar. Para ela, as novelas ainda são uma paixão que a motiva. Se para muitos as plataformas de streaming se tornaram um novo objetivo, Deborah, assim como sua protagonista, ainda defende as novelas tradicionais na televisão como sua arte preferida.

Quanto à vida pessoal, Deborah está cada dia mais feliz. Com 40 anos completos no final do ano passado, a atriz diz que não tem medo de envelhecer e já sonha com os cabelos brancos. Para ela, seu objetivo é seguir os passos das colegas de profissão Fernanda Montenegro e Laura Cardoso. Casada desde 2015 com o ator Hugo Moura e mãe de Maria Flor, a única dúvida que ainda tira o sono de Deborah é se engravidará assim que a novela acabar ou se o casal irá adotar.

Em meio aos dias corridos de horas de gravação e cuidado com a família, Deborah conversou com a Coluna Leo Dias.

Daniel Ortiz é um daqueles jovens autores brilhantes que mudaram a maneira de se fazer novela. Qual a sua relação com ele na criação da Alexia? A impressão que se tem é que não haveria outra atriz para este papel. Como é a troca entre autor e atriz, neste caso?

Daniel é um gênio e escreve muito bem humor, o texto já vem pronto. E eu não tive muita participação nessa criação da Alexia, ela já veio super criada. Eu só tentei colocar o que ele já trouxe pronto dentro de mim e acho que deu certo porque nem eu me imagino não sendo a Alexia.

Você é movida por desafios profissionais, embora já tenha alcançado êxito em vários aspectos de sua carreira. Você já foi protagonista de grandes sucessos das 21h, foi hit no cinema, mudou seu corpo diversas vezes em nome da arte... Parece que não falta mais nada. Você acha que a maternidade deu uma pausa na sua ânsia por desafios profissionais? E se essa busca ainda existe, o que mais você quer?

Faltam muitas conquistas, a maior delas é querer trabalhar até ficar velhinha. Eu acho que essa já é minha maior busca.
Na nossa última entrevista, já falávamos sobre as plataformas de streaming que estão mudando as relações profissionais entre atores e emissoras de TV. Na época, você disse que jamais sairia da Globo por gratidão. Você acha que a TV aberta oferece poucos desafios profissionais porque as novelas estão cada vez mais "óbvias", menos "desafiadoras"?

Eu amo fazer novela. Pode ter gente que não goste tanto do formato, eu acho novela uma delícia de fazer. Eu acho desafiador trabalhar nessa urgência, acho delicioso. Eu quando faço muito cinema e teatro me dá saudade de fazer novela. Então, eu sou super bem resolvida com isso. Eu gosto muito e assisto o veículo, tem novelas que marcaram minha vida e novelas que gosto muito de assistir. Eu gosto muito de novela, não tenho muito essa imagem de que estão cada vez mais óbvias e menos desafiadoras. Eu acho que tem grandes histórias, nem sempre a gente acerta mas a gente se esforça e eu acho uma delícia essa disponibilidade de nem sempre ser perfeito, isso me atrai.

Deborah Secco, o marido Hugo Moura e a filha Maria Flor - Reprodução/Instagram
Deborah Secco, o marido Hugo Moura e a filha Maria Flor
Imagem: Reprodução/Instagram

Vamos falar sobre envelhecer. Você fez 40 anos e o Brasil te acompanha desde a adolescência mas a sua imagem ainda é de uma jovem e você parece não envelhecer. Alexia mesmo é uma jovem pronta para descobrir o mundo. Qual é a maior dificuldade de chegar aos 40? Qual seu maior medo com a velhice?

Eu estou muito tranquila com a idade, eu acho que só não envelhece quem morre antes. Estou pronta para envelhecer, ficar velhinha e de cabelo branco. Eu conheço grandes mulheres que envelheceram e quero envelhecer como elas: Dona Fernanda e Dona Laura Cardoso, elas são exemplos do que eu quero ser.

Última pergunta clássica de site de fofoca: depois da novela, você pretende engravidar de novo?

Depois da novela eu queria engravidar de novo e Hugo quer adotar. Essa história que já contei e vocês já sabem. Nós estamos tentando sair desse impasse, mas nós temos vontade de ter mais filhos sim.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Leo Dias