PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Leo Dias


Leo Dias

Kevi Jonny grava 1º DVD e diz que boato com Lorena Improta 'foi até bom'

Kevi Jonny em gravação de DVD - Divulgação
Kevi Jonny em gravação de DVD Imagem: Divulgação
Leo Dias

Leo Dias é jornalista e diretor-executivo do "TV Fama", da Rede TV!. Foi correspondente internacional da rádio portuguesa RDP, passou pelas TVs Bandeirantes e RedeTV! e apresentou um programa na rádio FM O Dia, líder de audiência no Rio de Janeiro, onde entrevistava políticos, jogadores de futebol, dirigentes e muitos artistas. Assinou uma coluna de celebridades no jornal "O Dia" e também esteve nos jornais "Extra" e nas revistas "Contigo", "Chiques e Famosos", "Amiga" e "Manchete". Apesar dessa experiência, sempre se definiu como repórter, tamanha paixão pela apuração da notícia e pela vontade em produzir conteúdos exclusivos. Polêmico, controverso e dono de uma forte personalidade, Leo conquistou um público cativo por dar notas explosivas e audaciosas num mundo artístico mais conservador. Seu lema: "A fama tem um preço estou aqui para cobrar".

Colunista do UOL

11/03/2020 09h29

O pai dele é taxista, a mãe cabeleireira, e ele quase desistiu da música quando foi abandonado por antigos empresários e se viu sem dinheiro em Salvador para pagar o aluguel. Menino do interior da Bahia, Kevi Jonny, aos 25 anos, compositor de canções de Jorge e Mateus, Henrique e Diego e Psirico, entre outros, é considerado hoje o 'príncipe da sofrência', e mostrou a sua força de vontade de viver da música gravando seu primeiro DVD da carreira, na noite desta terça-feira (10), em um luxuoso hotel na Bahia.

A Coluna do Leo Dias esteve presente na gravação do DVD, intitulado 'Até o Último Gole', e que contou com participações de artistas de grande prestígio no Nordeste, como Priscila Senna, Tierry, e o 'pai da sofrência', o cantor Pablo. Em entrevista, Kevi - que tem como inspirações Gusttavo Lima, Luan Santana e Zezé di Camargo - falou do novo projeto e relembrou suas dificuldades na carreira.

Kevi Jonny em gravação de DVD - Divulgação - Divulgação
Kevi Jonny em gravação de DVD
Imagem: Divulgação

"Estou morto de cansaço, mas feliz. E sei que para chegar onde estou, muitas pessoas têm sonhado comigo", disse ele ao descer do palco da gravação. E ele comemora a conquista: "Materializei esse trabalho na cabeça e Deus fez algo bem maior. Foi muito melhor do que eu imaginava. Tinha algumas músicas que eram minhas preferidas e que poderiam agradar o público, mas quando vi os fãs cantando, percebi que agradou até mais do que eu poderia sonhar."

Compositor 'obrigado' desde os 14 anos

Antes de pensar em seguir carreira cantando, Kevi já ganhava dinheiro com suas composições. Ele tem músicas interpretadas por Jorge e Mateus, Henrique e Diego, Samira Show, Psirico, Jonas Esticado, Leo Santana e Xand Avião. O que poucos sabem é que a composição chegou em sua vida aos 14 anos, em um concurso da escola.

"Para participar de um festival de música eu precisava compor também, não só cantar. Então fui obrigado. Só que eu fugi do tema. A escola pedia algo social, que falasse também sobre natureza, e eu fiz a primeira sofrência. Lembro até o nome. Se chamava Jardim sem flor. Enfim, conquistei o público na época, mas os jurados não. Perdi o concurso porque fugi do tema", diz ele, que chorou ao saber que não tinha ganhado o festival e escutou um sábio conselho: "Minha mãe me disse: 'Você vai precisar é do público, os jurados são apenas 3, o público são mais de 200 presentes cantando a sua música'. E foi isso. Eu aprendi a lição."

Foi a composição que uniu Kevi e Tierry, já em Salvador. Anos mais tarde, com dificuldade financeira, foi o amigo - que hoje participa de seu DVD - que lhe estendeu a mão.

"Acabou meu contrato com alguns empresários e eu fiquei sem ter onde parar, sem dinheiro. Sou de uma família muito pobre que não conseguia me sustentar em Salvador. Falei pro Tierry que voltaria pro interior e ele ofereceu pagar meu aluguel e assim continuaríamos juntos compondo. E assim foi. Eu sou simples, menino do interior. Fui ver o mar a primeira vez com 17 anos. Vim tentar algo na capital. Nunca tinha visto um prédio desses grandões. Quando cheguei fiquei abismado. E as coisas foram acontecendo pra mim", relembra.

Tierry e Kevi Jonny - Francisco Cepeda/Agnews - Francisco Cepeda/Agnews
Tierry e Kevi Jonny
Imagem: Francisco Cepeda/Agnews

Affair com Lorena Improta?

Kevi pode até não ser tão conhecido ainda na música, mas já sentiu de perto o preço da fama. Ele foi envolvido num boato em 2019 que dava conta que ele vivia um affair com Lorena Improta, ex-noiva de Leo Santana. O cantor comenta o assunto:

"Hoje se saio de casa e mexo no nariz dentro do carro já tenho que prestar atenção se estão tirando foto. A internet é algo muito louco. Quando aconteceu com a Lorena eu liguei para ela. Ela é minha amiga. Brincamos no telefone. Ela disse que eu tava namorando com ela sem nem ter pedido para a mãe (risos). Levou na esportiva".

Ele confidencia, no entanto, que após o episódio, muitas pessoas passaram a segui-lo nas redes sociais e a conhecer sua música: "De uma certa forma foi bom, foi positivo. Dizem que eu espalhei isso para ganhar mídia. Ganhei mesmo. Mas não espalhei nada. Não sou biscoitero e não preciso disso. Sei do talento que eu tenho."

Lançamento no dia 13 de março:

A primeira música do novo DVD de Kevi será lançada já nesta sexta-feira, 13. Ele faz mistério de qual será a faixa: "Desci do palco e me perguntaram qual será a música lançada. Juro que ainda não sei."

*Com colaboração de Lucas Pasin

*O repórter viajou para Salvador para a cobertura do DVD de Kevi Jonny a convite da Caldi Comunicação, assessoria de imprensa do artista

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Leo Dias