PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Leo Dias


Luisa Mell fala sobre marido internado com Covid-19: 'Infecção só aumenta'

Luisa Mell e o marido, o empresário Gilberto Zaborowsky, estão com coronavírus - Reprodução/Instagram
Luisa Mell e o marido, o empresário Gilberto Zaborowsky, estão com coronavírus Imagem: Reprodução/Instagram
Leo Dias

Leo Dias é jornalista e diretor-executivo do "TV Fama", da Rede TV!. Foi correspondente internacional da rádio portuguesa RDP, passou pelas TVs Bandeirantes e RedeTV! e apresentou um programa na rádio FM O Dia, líder de audiência no Rio de Janeiro, onde entrevistava políticos, jogadores de futebol, dirigentes e muitos artistas. Assinou uma coluna de celebridades no jornal "O Dia" e também esteve nos jornais "Extra" e nas revistas "Contigo", "Chiques e Famosos", "Amiga" e "Manchete". Apesar dessa experiência, sempre se definiu como repórter, tamanha paixão pela apuração da notícia e pela vontade em produzir conteúdos exclusivos. Polêmico, controverso e dono de uma forte personalidade, Leo conquistou um público cativo por dar notas explosivas e audaciosas num mundo artístico mais conservador. Seu lema: "A fama tem um preço estou aqui para cobrar".

Colunista do UOL

27/03/2020 14h49

Luisa Mell segue se recuperando dos sintomas do novo coronavírus, mas enquanto a ativista está em casa cuidando do filho, de 5 anos, ela chora ao falar do marido, o empresário Gilberto Zaborowsky, de 55 anos, que segue internado no hospital sem sinal de melhoras da Covid-19. Ele desenvolveu uma pneumonia e está no centro médico desde o último domingo (22).

"Passei uma semana terrível. Meu marido foi internado no domingo e não posso nem visitar ele, que está totalmente sozinho, não pode nem ter companhia. Não posso nem dar um abraço nele nesse momento tão difícil. Cada dia é uma luta porque a infecção só está aumentando, mesmo internado e medicado. Você ter o marido internado com uma doença que está matando milhares de pessoas todos os dias é assustador", desabafa a apresentadora chorando em conversa exclusiva com a Coluna do Leo Dias.

Ainda debilitada e triste com o estado de saúde do marido, Luisa diz que ficou assustada ao ver tantas pessoas defendendo o fim da quarentena e o retorno às atividades do dia a dia.

"Magoa muito ver as pessoas se preocupando mais com dinheiro do que com vidas, colocando a gente como estatística dentro dos casos que podem morrer. Não é estatística, cada pessoa e vida valem muito. Eu dedico minha vida a salvar animais, não consigo acreditar como as pessoas dão pouca importância para a vida", lamenta a apresentadora.

Luisa ainda reforça que a quarentena é indicada para reduzir o número de contaminados e, assim, não sobrecarregar o sistema de saúde, algo fundamental para que o marido dela esteja recebendo os cuidados necessários nesse momento.

"É uma doença difícil que requer muitos cuidados e meu marido só está sendo tratado porque o hospital não está lotado. Se estivesse cheio por não ter quarentena, provavelmente, ele não teria todo esse tratamento", pontua Luisa que ainda pede que as pessoas analisem de maneira adequada a situação:

"Aqui fica meu apelo para que as pessoas acordem e que, pelo menos, essa maldição dessa doença sirva para uma coisa: que entendam a importância do que realmente vale. A economia está aqui para nos servir e não as nossas vidas servirem à economia".

Leo Dias