PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Leo Dias


Enquanto as lives bombam, streamings desabam de audiência

Divulgação
Imagem: Divulgação
Leo Dias

Leo Dias é jornalista e diretor-executivo do "TV Fama", da Rede TV!. Foi correspondente internacional da rádio portuguesa RDP, passou pelas TVs Bandeirantes e RedeTV! e apresentou um programa na rádio FM O Dia, líder de audiência no Rio de Janeiro, onde entrevistava políticos, jogadores de futebol, dirigentes e muitos artistas. Assinou uma coluna de celebridades no jornal "O Dia" e também esteve nos jornais "Extra" e nas revistas "Contigo", "Chiques e Famosos", "Amiga" e "Manchete". Apesar dessa experiência, sempre se definiu como repórter, tamanha paixão pela apuração da notícia e pela vontade em produzir conteúdos exclusivos. Polêmico, controverso e dono de uma forte personalidade, Leo conquistou um público cativo por dar notas explosivas e audaciosas num mundo artístico mais conservador. Seu lema: "A fama tem um preço estou aqui para cobrar".

Colunista do UOL

07/04/2020 12h15

Não se fala em outra coisa no mundo da música a não ser do sucesso das lives dos artistas. A cada semana um novo recorde mundial. Mas ao contrário de todas as expectativas, os streamings desabaram. No entanto, os artistas andam omitindo os números negativos dos streamings das plataformas digitais, como Spotify e Google Play, que caíram vertiginosamente desde o início da pandemia. A explicação principal foi simplesmente a mudança da rotina da população. A população cria suas playlist para malhar, ir trabalhar, festas... Sem essa rotina, as plataformas deixaram de ser procuradas.

Enquanto isso, as audiências de rádio, TV e internet subiram consideravelmente.

E, neste momento, há uma clara divisão dos artistas: aqueles mais ligados em grandes shows e alto cachê no mercado da música, que estão mais preocupados com as lives, e aqueles que estão mais preocupadas com os lançamentos de suas músicas, principalmente quando a pandemia do novo coronavírus passar.

Leo Dias