PUBLICIDADE
Topo

Globo investe em lives e quer Gusttavo Lima. É a hora do perdão entre eles

Gusttavo Lima - Divulgação
Gusttavo Lima Imagem: Divulgação
Blog do Leo Dias

Notícias exclusivas sobre o mundo das celebridades e os bastidores do show business no Brasil.

Colunista do UOL

13/04/2020 21h32

Quem diria, hein...Chegou o momento de TV Globo e Gusttavo Lima se perdoarem. Proibido pela emissora após trocar a gravadora Som Livre pela Sony Music, o sertanejo voltará para a 'toda poderosa' em grande estilo. Ele foi requisitado por marcas e está no novo projeto da Globo, que passará a exibir shows 'multiplataforma' a partir de maio. Ou seja, o sertanejo terá seu show, ao vivo, na íntegra, exibido na tela do 'plim plim' depois de mais de um ano sem aparecer por lá.

Vale destacar que Gusttavo também tinha sua chateação com a emissora. No ano de 2018, indicado para o "Melhores do Ano", do "Domingão do Faustão", e com diversos hits durante todo o ano, ele perdeu para Luan Santana, que apesar da história de sucesso, não tinha grandes feitos na música no mesmo período. Isso fez com que o sertanejo não fizesse questão de estar mais na Globo. Ele, inclusive, não foi ao Prêmio Multishow em 2019.

A Coluna do Leo Dias procurou Gusttavo Lima para comentar o assunto. Ele prontamente nos respondeu que estava em estúdio gravando, e que depois retornaria.

A última vez que Gusttavo Lima pisou na Globo foi em julho de 2018. Em uma só tacada ele gravou 'Conversa com Bial' e o 'Só toca Top'. Um ano depois, em julho de 2019, Gusttavo sai da Som Livre, gravadora do Grupo Globo, e vai para a Sony Music, deixando um enorme vazio na gravadora onde ficara nos últimos 8 anos.

A Coluna do Leo Dias, que antecipou que a Globo tem planejado entrar em cheio no mercado de 'lives', descobriu que o nome do 'Embaixador' foi exigência das marcas. Afinal, ele tem mostrado no Youtube que é uma grande potência no assunto. A novidade da parceria será divulgada em breve.

Antes de saber do nome de Gusttavo Lima, a Coluna soube que nomes da própria Som Livre foram oferecidos para marcas. Mas não teve jeito, o 'Embaixador' foi o escolhido e este pode ser seu retorno ao canal.

*Com reportagem de Lucas Pasin