Topo

Coluna

Ricardo Feltrin


Band perde direitos sobre a marca de programa "Boa Noite, Brasil"

Manuela Scarpa/Foto Rio News
O apresentador Gilberto Barros comandou o "Boa Noite, Brasil" na Band Imagem: Manuela Scarpa/Foto Rio News
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

21/01/2019 06h30

A Band enfrenta o maior inferno astral desde a sua fundação, cerca de 52 anos atrás. Há dívidas demais, dinheiro de menos, uma programação inconstante e também muito vacilo por parte dos executivos.

Entre esses últimos (vacilos) está a desconsideração da emissora por seus próprios produtos e marcas.

Leia mais:

Acordo com Disney pode ser a "última chance" da Band

 "Boa Noite, Brasil" foi o nome do programa de variedades que estreou na Band no comecinho dos anos 80, comandado pelo lendário Flávio Cavalcanti (1923-1986).

Teve uma segunda fase entre 2003 e 2007 com Gilberto Barros, o Leão.

Pois essa valiosa marca não pertence mais à Band. Se quiser usá-la de novo um dia, a emissora agora terá de pagar a seu novo proprietário.

A pedido dele, a coluna não revelará seu nome. Mas, nós acompanhamos nos últimos anos, como ele fez toda a tramitação para a aquisição da marca para uso em meios de comunicação.

A Band simplesmente abandonou a grife nos organismos para registro de marcas. A despeito de ter sido avisada várias vezes por esses próprios organismos de que iria perder aquela propriedade, nunca foi atrás da renovação.

O novo dono da marca em questão trabalha na TV e é extremamente bem-sucedido dentro e também fora dela. 

Desde os anos 2000 ele registra marcas, domínios na internet, além de investir na compra, reforma e venda de imóveis.

Veja também:

Repórter desabafa após processar Datena por assédio

Após denúncia de repórter contra pai, Joel Datena apresenta programa

Colunista Ricardo Feltrin no TwitterFacebook e site Ooops