Topo

Coluna

Ricardo Feltrin


Apesar de crise, "O Sétimo Guardião" tem mais público que "Velho Chico"

Letícia Spiller fica velha em "O Sétimo Guardião" - Reprodução/Globo
Letícia Spiller fica velha em "O Sétimo Guardião" Imagem: Reprodução/Globo
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

08/03/2019 09h09

Apesar da crise envolvendo seu elenco nos bastidores, "O Sétimo Guardião" não está nada mal em audiência, segundo dados consolidados da Kantar Ibope Media (obtidos pela coluna por terceiros).

Em seus primeiros quatro meses no ar, no chamado PNT (Painel Nacional de Televisão), a novela da Globo, escrita por Aguinaldo Silva, vem registrando 28,2 pontos de média.

Sim, isso é menos que a média no mesmo período das quatro novelas anteriores, mas por outro lado é mais que "Velho Chico" (27,5) e "A Regra do Jogo" (27,7); e também é muito mais que o ibope de "Babilônia" (25,1).

No PNT cada ponto vale por 254 mil domicílios sintonizados, cada um com média de 3 pessoas (metodologia da Kantar, baseada em dados do IBGE).

Em São Paulo, maior e principal mercado da publicidade brasileira, "O Sétimo Guardião" está registrando até o quarto mês 29,6 pontos.

É a novela com maior audiência na faixa das 21h30 desde 2015, com "Império", que marcava à época 31,8 pontos.

Na medição em São Paulo cada ponto vale por 72 mil domicílios.

Inferno astral

Dois dos principais nomes e par romântico inicial da história, José Loreto e Marina Ruy Barbosa, acabaram se envolvendo em um rumoroso caso de traição (do primeiro) na vida real.

A situação chegou a um ponto em que Marina Ruy Barbosa, na semana passada, teve uma crise nervosa antes da gravação --como esta coluna informou com exclusividade.

Também na semana passada, o ator Bruno Gagliasso teve de se afastar das gravações para se internar e realizar uma cirurgia para extração de um cálculo renal.

No final de fevereiro, o figurante Joseph Lima dos Santos, 23 anos, morreu de forma fulminante durante as gravações da trama, no Projac.

Ricardo Feltrin no Twitter, Facebook e site Ooops