Topo

Coluna

Ricardo Feltrin


Ação de Hermano Henning contra SBT avança e pode passar de R$ 14 mi

Hermano Henning trabalhou no SBT durante 23 anos; hoje está no canal UHF Rede Brasil - Reprodução/SBT
Hermano Henning trabalhou no SBT durante 23 anos; hoje está no canal UHF Rede Brasil Imagem: Reprodução/SBT
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

27/09/2019 05h22

O processo trabalhista que o jornalista e ex-apresentador do SBT Hermano Henning move contra a emissora já está em vias de chegar à 3ª instância da Justiça do Trabalho, segundo esta coluna apurou.

Segundo estimativas obtidas pela coluna, se a ação acabasse neste momento o SBT teria de desembolsar até R$ 14 milhões em verbas indenizatórias ao ex-funcionário.

Hermano Antonio Henning, 73 anos, deixou o SBT após mais de duas décadas de serviços prestados, no início de 2017.

Foi uma demissão unilateral do SBT —sumária e sem indenizações, uma vez que ele trabalhava sob regime de Pessoa Jurídica (PJ).

No entanto, por meio de seu advogado, Andre Froes de Aguilar, Hermano iniciou uma ação para provar que, a despeito da modalidade de contratação, tinha vínculos empregatícios e cumpria jornadas de trabalho na TV de Silvio Santos como qualquer outro empregado celetista.

O SBT também está recorrendo da decisão anterior, porque não concorda com os valores que estão sendo reivindicados. A emissora vai manter a disputa jurídica até o fim.

Em nota oficial, o SBT informou que "não estão corretos valores mencionados, e que as duas partes recorreram para a instância superior e aguardam julgamento".

O ex-âncora do "Jornal do SBT" já ganhou em duas instâncias e agora o processo caminha para o TST (Tribunal Superior do Trabalho).

No momento, segundo a coluna apurou, há um recurso em andamento por parte do âncora. Isso porque a última decisão judicial determinou que não fossem pagas horas extras pedidas por ele desde o início do processo.

O advogado de Henning recorreu e pede a re-inclusão desse montante também. O tribunal decidirá.

Caso o TST concorde com a demanda do jornalista, aí sim o purê pode engrossar ainda mais para Silvio. Isso porque, nesse caso, o processo poderia atingir a casa de estimados R$ 60 milhões (valor corrigido).

Hermano recebia algo entre R$ 110 mil e 150 mil mensais no SBT (contra R$ 350 mil estimados de Rachel Sheherazade e R$ 500 mil de Carlos Nascimento).

No início da ação o ex-âncora tentou também pedir equiparação salarial com os dois colegas de "SBT Brasil" (por função análoga), mas o juiz indeferiu o pedido

Procurados, os dois lados envolvidos não quiseram comentar o assunto.

Ricardo Feltrin no Twitter, Facebook e site Ooops