Topo

Televisão


Dony De Nuccio fez negócio milionário com plano de saúde, diz site

Reprodução/Globo
Imagem: Reprodução/Globo

Do UOL, em São Paulo

02/08/2019 09h29

Dony De Nuccio, que pediu demissão ontem da Globo após realizar negócios para o Banco Bradesco, também fez serviços para a Amil Assistência Médica, informou o site Notícias da TV, parceiro do UOL. O envolvimento do ex-âncora do Jornal Hoje em tais negociações viola o código de ética da emissora, que estabelece o que é permitido aos jornalistas da casa.

Dony teria cobrado R$ 1,2 milhão pelos serviços de assessoria de imprensa prestados ao plano de saúde.

O Notícias da TV alega ter obtido documentos que indicam que De Nuccio "elaborava propostas de reportagens que poderiam virar notícia em vários veículos, especialmente na Globo".

Em sua carta de demissão, o apresentador, que tem uma empresa de comunicação, a Prime Talk, afirmou que realizou serviços de assessoria de imprensa, sem fornecer maiores detalhes.

"Quero acrescentar também que depois de nossa longa conversa e do relato mais pormenorizado que lhe fiz sobre as atividades já desempenhadas pela Prime Talk, há um serviço pontual que incluiu o que pode ser interpretado como assessoria de imprensa. Entendo com os olhos de hoje que o escopo dos serviços prestados ultrapassa os limites do que a Globo espera de seus jornalistas", disse Dony em e-mail enviado a Ali Kamel, diretor-geral de jornalismo da Globo.

Televisão