PUBLICIDADE
Topo

Televisão


Bolsonaro lamenta morte de Gugu: "um dos maiores nomes da comunicação"

Do UOL, em São Paulo

23/11/2019 07h42

Resumo da notícia

  • Bolsonaro, Alcolumbre, Maia e Toffoli lamentaram a morte do apresentador
  • Gugu teve morte encefálica após um acidente doméstico nos Estados Unidos

As lideranças dos Três Poderes lamentaram a morte do apresentador de televisão Gugu Liberato. O comunicador teve morte encefálica confirmada ontem nos Estados Unidos, onde ele estava.

Gugu sofreu um acidente doméstico na última quarta-feira (20). Ele caiu de uma altura de cerca de quatro metros enquanto fazia reparos em sua residência.

Para o presidente da República, Jair Bolsonaro, o Brasil "perde um dos maiores nomes da comunicação televisiva". Ele lembra que Gugu, "por décadas, levou informação e alegria aos lares brasileiros". "Que Deus o receba de braços abertos e conforte os corações de todos."

Presidente do Senado e do Congresso Nacional, o senador Davi Alcolumbre (DEM-AP) qualificou o apresentador como "um homem talentoso, gentil, que sempre fez questão de enaltecer os talentos brasileiros". "Que fique na lembrança de todos nós o seu olhar generoso e seu sorriso, que, durante tanto tempo, alegrou as famílias de todo o país", disse, explicando por que isso "explica o sentimento de tristeza que acomete os lares de todo o Brasil".

O teor da mensagem é similar ao do presidente da Câmara, o deputado federal Rodrigo Maia (DEM-RJ), que pontuou que a morte do apresentador teria sido "precoce". "Um profissional que desenvolveu com grande talento a comunicação na televisão e era muito admirado pelas famílias brasileiras."

O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Dias Toffoli, também emitiu uma nota e lembrou que o apresentador "chegou a iniciar o curso de odontologia em Marília (SP), minha cidade natal". "Mas sua vocação como comunicador falou mais alto e o levou a ser um dos grandes nomes do entretenimento brasileiro, proporcionando alegria a milhões de cidadãos."

Televisão