PUBLICIDADE
Topo

Televisão


Faustão homenageia Gugu e diz: "Fomos adversários, mas jamais inimigos"

Do UOL, em São Paulo

24/11/2019 19h03

Fausto Silva prestou homenagem ao apresentador Gugu Liberato, morto nesta semana em decorrência de um acidente doméstico em sua mansão nos Estados Unidos. Gugu e Faustão protagonizaram a maior guerra de audiência da história da TV brasileira, entre o fim dos anos 1990 e início dos anos 2000.

"Tenho que registrar, para a dor de tantos brasileiros, as várias perdas deste ano, como Beth Carvalho, Maurício Sherman, Jorge Fernando e, agora, a morte de Gugu Liberato, de maneira absurda e precoce como aconteceu. Uma das figuras mais importantes da TV brasileira, como apresentador, animador, produtor", iniciou Fausto, ao comentar o episódio.

"Embora não tivéssemos amizade, a gente sempre teve uma relação muito cordial, muito respeitosa... lembro quando nos encontramos no aeroporto e fomos jantar em Hong Kong. Nós, que durante alguns anos, disputamos a audiência —ele foi inclusive líder por algum tempo—, nunca tivemos nenhum problema. Ao contrário, nós fomos adversários, mas jamais inimigos", completou. (Assista ao vídeo acima)

Minutos depois, Faustão voltou a tocar no assunto ao destacar a sua preocupação para que Rose Miriam Di Matteo, viúva de Gugu, "tenha força espiritual e emocional", já que agora ela deverá ser "mãe e pai dos três filhos, João, Marina e Sofia".

A morte de Gugu Liberato foi anunciada pela família oficialmente na última sexta-feira (22) após sofrer um acidente doméstico na quarta-feira, nos Estados Unidos.

De acordo com nota oficial divulgada por sua assessoria de imprensa, ele teve uma queda acidental de uma altura de cerca de quatro metros quando fazia um reparo no ar condicionado instalado no sótão de sua casa, em Orlando (EUA).

Faustão presta homenagem a Gugu Liberato no "Domingão" - Reprodução/TV Globo
Faustão presta homenagem a Gugu Liberato no "Domingão"
Imagem: Reprodução/TV Globo

Antigos rivais na TV

Com muita emoção e baixaria, Domingo Legal e Domingão do Faustão rivalizaram pela preferência do público, num embate por cada décimo de audiência que culminou em falta de limites e enxurrada de críticas.

A disputa por audiência teve início aos sábados, enquanto Gugu comandava o Viva a Noite e Faustão, o Perdidos na Noite (TV Gazeta, Record e Bandeirantes, 1984-1988). A diferença era que, nessa época, a concorrência era saudável, e o apresentador do SBT chegou a visitar o programa do colega, que até dançou o Baile dos Passarinhos.

Em 1988, começou a se desenhar a rivalidade que mudou a televisão no Brasil. A Globo, que havia perdido Gugu para Silvio Santos, contratou Fausto Silva para concorrer com o dono do SBT. O Domingão do Faustão, lançado em março de 1989, conseguiu desbancar o rei dos domingos.

Televisão