PUBLICIDADE
Topo

Novela

Bom Sucesso


Bom Sucesso

Romulo Estrela planeja descanso após Bom Sucesso para se dedicar à família

Marcos (Romulo Estrela) e Paloma (Grazi Massafera) em cena de Bom Sucesso - João Cotta/Globo
Marcos (Romulo Estrela) e Paloma (Grazi Massafera) em cena de Bom Sucesso Imagem: João Cotta/Globo

Do UOL, em São Paulo

16/01/2020 08h01

O ator Romulo Estrela está desde 2018 trabalhando sem pausas, e a rotina já o fez se sentir culpado por se ausentar em relação à família. Agora ele planeja uma pausa após o fim de Bom Sucesso, novela em que interpretou Marcos, para ficar mais tempo com a empresária Nilma Quariguasi e o filho Theo, de três anos.

"Vou dar um tempo, uma descansada. Acho importante parar, reorganizar essas ideias. Passei por uma fase difícil, de aceitar que estava muito tempo fora de casa trabalhando, mas também relaxei um pouco mais em relação a isso. Acho que agora é o momento de parar, de entender, de respirar e de absorver o que foi essa novela e essa trajetória para partir a novos trabalhos", afirmou ele, ao site Quem.

Apesar de sentir o momento, ele afirma que foi um trabalho de muito aprendizado e evolução. "Emprestei muito do Romulo para o Marcos, mas também absorvi muita coisa da escrita dos autores [Rosane Svartman e Paulo Halm]. Algumas cenas e situações me ensinaram muito, é um personagem que marca a minha carreira. Mas tem uma coisa em Bom Sucesso, entre tantos temas que a gente abordou, que é aceitação da morte, falar desse assunto de uma maneira mais tranquila ou sem tanto medo. Porque é isso que acontece, a gente sabe que vai acontecer, mas a gente tem um medo absurdo de discutir isso", explicou.

Romulo ainda comentou os elogios pelo seu trabalho, em que foi filho de Alberto (Antonio Fagundes) e namorado de Paloma (Grazi Massafera).

"É bom ouvir que evoluímos, que fomos para um outro lugar, fico muito feliz. Acho que essa é uma das camadas do personagem, uma das histórias que Bom Sucesso conta, essa relação do Marcos com a Paloma e acho uma história muito bonita, uma relação de evolução mesmo. Acho também o público se identifica porque a Paloma é humana, está muito próxima do que a gente conhece", concluiu.

Bom Sucesso