PUBLICIDADE
Topo

Conheça os quatro participantes da Casa Vidro do BBB 20

Colaboração para o UOL, em São Paulo

31/01/2020 21h58

A Globo divulgou hoje os quatro participantes da Casa de Vidro, que começa amanhã no BBB 20. A modelo Ivy, a professora Renata, o músico Caon e o ator Daniel foram os nomes anunciados pelo programa durante o intervalo da novela "Amor de Mãe".

O quarteto disputará a preferência do público para conquistar o direito de entrar no confinamento. Os dois mais votados entram na casa na terça-feira. A Casa de Vidro acontecerá no Via Parque Shopping, na Barra da Tijuca, bairro do Rio de Janeiro. O espaço funciona como uma extensão do confinamento e já foi usada em edições anteriores, sendo a primeira em 2009, outra em 2011 e mais uma em 2013.

Conheça mais os participantes da Casa de Vidro:

bbb 20 ivy casa de vidro - Divulgação/Victor Pollak/TV Globo - Divulgação/Victor Pollak/TV Globo
Imagem: Divulgação/Victor Pollak/TV Globo

Ivy, 27 anos, é modelo e mineira. Ela nasceu em Belo Horizonte (MG) e hoje mora em Contagem, bem perto da divisa com a capital mineira. Já cursou faculdade de Estética, mas não concluiu os estudos e, há dois anos, começou a trabalhar como modelo fotográfica, posando para marcas de roupa de sua região. Ivy se considera uma pessoa alegre, "festeira" e muito intensa: "Intensa para gostar e para não gostar também", faz a afirma a modelo. Nas horas vagas, gosta de sair, dançar, assistir a filmes e ouvir pagode, seu ritmo musical preferido. A modelo também se diz engraçada e afirma que é "a cara do programa". "Sou espontânea alegre, autêntica. Se entrar, vou passar toda essa alegria lá dentro", promete.

Renata - Divulgação/Victor Pollak/TV Globo - Divulgação/Victor Pollak/TV Globo
Imagem: Divulgação/Victor Pollak/TV Globo

Renata, 32 anos, professora de educação física e sul-mato-grossense foi o segundo nome revelado na noite de hoje. Ela tem 32 anos, é natural de Coxim, no interior de Mato Grosso do Sul, e hoje mora na capital do estado. Aos 25 anos, morou na Califórnia, onde estudou inglês e trabalhou como babá para custear sua estadia nos Estados Unidos. De volta ao Brasil, Renata deu aulas de inglês e atualmente trabalha como professora de Educação Física. Ela afirma que detesta ver injustiça e que tem personalidade forte. É praticante de crossfit, solteira, mas diz que está com o coração apaixonado por alguém que conheceu fora da casa. Ela afirma que está vivendo um sonho ao participar da Casa de Vidro. "Nem no meu sonho mais louco eu imaginaria estar vivendo tudo isso. Desde já estou muito grata. Eu acho que a casa de vidro vai ser surreal. Vou tentar captar toda a energia boa que vier das pessoas para mim e pedir muitos votos", promete.

Caon - Divulgação/Victor Pollack/TV Globo - Divulgação/Victor Pollack/TV Globo
Imagem: Divulgação/Victor Pollack/TV Globo

Caon, 26 anos, compositor e capixaba é o terceiro participante da Casa de Vidro. Caon é natural de Linhares, no Espírito Santo. Afirma que se encontrou na música, ainda adolescente. Aos 18 anos, mudou-se para Goiânia para ficar mais próximo dos cantores de música sertaneja e, por lá, pode desenvolver sua veia artística. O músico tem dois CDs gravados e já fez composições para nomes como Luan Santana, Lucas Lucco, Zé Neto e Cristiano e Henrique e Juliano. Solteiro, o brother não descarta a oportunidade de encontrar um "mozão" no reality, caso seja o escolhido do público. "Eu sou filho único, mas não tenho nada de mimado", garante.

Daniel - Divulgação/Victor Pollak/TV Globo - Divulgação/Victor Pollak/TV Globo
Imagem: Divulgação/Victor Pollak/TV Globo

Daniel, 22 anos é ator e natural do Rio Grande do Sul. Ele tem um irmão gêmeo, adora viajar e não larga sua liberdade. Tanto que é voluntário em um aplicativo de viagens que oferece estadia em hostels em troca de serviços prestados nas acomodações. Daniel explicou no vídeo de apresentação do programa que se considera divertido e animado, além de sempre defender seus valores. Para ele, é necessário ter um pouco de loucura para levar a vida e ele garante que sabe usá-la com responsabilidade. "Pelo prêmio só vale ser você mesmo, mostrar que é de verdade. As pessoas vão gostar ou odiar, mas é assim que eu acho que funciona", aposta. O rapaz, que se inscreveu duas vezes para o programa, está empolgado com a nova empreitada: "Acho que o mais legal da casa de vidro vai ser lidar com a observação das pessoas", acredita.

Especial BBB20