PUBLICIDADE
Topo

Especial BBB20

Rafa lembra atitudes de Paula, vencedora do BBB 19: 'Não fazia na maldade'

BBB 20: Rafa defende vencedora do BBB 19 - Reprodução/Globo
BBB 20: Rafa defende vencedora do BBB 19 Imagem: Reprodução/Globo

Colaboração para o UOL, em São Paulo

19/04/2020 03h30

Rafa gerou um intenso debate na madrugada de hoje no BBB 20 quando o assunto foi Paula von Sperling, vencedora do BBB 19. A influenciadora digital defendeu a advogada, que foi acusada de racismo e intolerância religiosa em sua edição.

"Ela foi muito criticada por falar 'humor negro'. Ela era muito avoada, não fazia na maldade, na malandragem. Ela fazia pergunta de vergonha alheia, tinha menos informação do que a gente tem. As pessoas não tinham paciência porque ela falava mais asneiras", disse a mineira. Eles questionaram que Paula deveria ter noção do que dizia. "Não legitima que seja preconceituosa", apontou Thelma.

"Não estou justificando os erros dela, passando a mão nem nada do tipo, só tentando entender os lados disso tudo. Ela é de uma cidade pequena como a minha, a gente cresce num lugar no interior que tem muitas pessoas que são excelentes profissionais e que falam asneiras".

paula bbb 19 - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Imagem: Reprodução/Instagram

Eles argumentaram que a advogada tinha acesso à informação. "Era muito mais limitado esse acesso, ter interesse em mudar. Eu já falei muita coisa feia e fui pontuada. Quando eu vi ela errar, eu também errei. Eu não sabia do [uso da palavra] 'denegrir', quem me ensinou foi a Thelminha. A maioria que entrou nesse programa não veio preparada. Talvez ela [Paula] tenha precisado passar por essa situação para crescer", argumentou Rafa.

"É falta de interesse, informação você tem no celular", comentou Manu. "Grande parte da minha família não usa celular, não acessa internet. Não é porque a gente tem informação no celular, que pesquisa tudo", respondeu a influenciadora. "Tem coisas que não devemos tolerar, como intolerância religiosa, homofobia", disse Babu.

Em 6 de fevereiro do ano passado, Paula fez uma série de comentários que foram considerados preconceituosos por vários internautas. Em papo com Diego e Hariany, a sister disse ter medo de Rodrigo por ele ter contato "com esse negócio de Oxum" e garantiu: "Nosso Deus é mais forte". O caso foi parar na Delegacia de Combate a Crimes de Racismo e Intolerância do Rio de Janeiro.

Especial BBB20