PUBLICIDADE
Topo

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

O jogo virou: Thelma mobiliza famosos e vence 'camarote'

Thelma foi a campeã do "BBB 20" - Reprodução/Globo
Thelma foi a campeã do "BBB 20" Imagem: Reprodução/Globo

Daniel Palomares

Do UOL, em São Paulo

28/04/2020 12h28

Thelma Assis se consagrou a vencedora da 20ª temporada do "Big Brother Brasil" na noite de ontem, em uma final histórica, enfrentando as gigantes do mundo das influenciadoras, Rafa Kalimann e Manu Gavassi.

Em uma edição que começou dividida entre anônimos e famosos, parecia uma missão quase impossível para o time dos inscritos conseguir vencer aqueles que já tinham fãs e milhões de seguidores aqui fora. O desafio foi tamanho que o top 5 do programa foi formado por quatro influenciadores e só uma anônima. Mas foi justamente ela que venceu.

Ao longo do programa, muito se discutiu sobre a injustiça de colocar convidados e inscritos competindo. Alguns participantes como Gizelly sempre falaram do medo que tinham de enfrentar alguém com milhões de seguidores no paredão.

Thelma, por sua vez, era uma das poucas que não tremia diante da possibilidade. "A pessoa famosa que me amedrontaria aqui dentro seria só a Beyoncé", disparou a médica, ainda na primeira semana de confinamento.

Porém, conforme a disputa avançou, o poder dos influencers foi comprovado. Com uma das torcidas mais dedicadas do elenco desse ano, Manu Gavassi conseguiu mobilizar nada menos do que 1 bilhão de votos no paredão contra Felipe Prior, até então o maior nome entre os anônimos.

A cada paredão, parecia mais óbvio: algum famoso venceria o "BBB 20". Babu fazia sucesso com astros do futebol como Gabigol e Neymar, Manu contava com o apoio da melhor amiga, Bruna Marquezine, e Rafa tinha o suporte massivo de sertanejos como Simone e Simaria e Naiara Azevedo. Mas eis que o feitiço que os fez avançar se virou contra os próprios.

Na final do programa, ser a única inscrita fortaleceu Thelminha. A maior mobilização de celebridades nas redes sociais foi feita em prol dela. Anitta, IZA, Taís Araújo, Pabllo Vittar e Ludmilla foram apenas alguns dos nomes que puxaram mutirões pela vitória da médica. Até a oscarizada Viola Davis entrou na torcida por Thelminha.

Bruna Marquezine, que liderou o #TeamManu, reconheceu a importância de premiar Thelma. "Entendam que é por saber que a Manu já está colhendo inúmeros frutos sem nem sair da casa e tem um milhão de oportunidades esperando por ela aqui fora e por saber o quão representativo e importante é ver a Thelma campeã", comentou a atriz, no Twitter. "Fair play", né?

São essas diversas oportunidades que pesaram na balança na grande final. Tanto Rafa quanto Manu deixaram a casa com mais de 12 milhões de seguidores cada uma. Manu tem uma turnê já agendada, Rafa expandiu seu império digital. Até Babu, que nem chegou na final, já chamou tanta atenção que é difícil não imaginá-lo numa novela da Globo quando as gravações voltarem ao normal após a quarentena provocada pela pandemia do novo coronavírus.

Como médica, vai ser um pouco mais difícil para Thelma se manter em evidência na mídia. Mesmo consagrada campeã, ela não ultrapassou os 4,4 milhões de seguidores no Instagram que Manu tinha antes mesmo de entrar no "BBB". Quem votou para dar o prêmio para ela pensou em tudo isso.

Ser famoso antes de entrar na casa pode ter ajudado a maioria a chegar bem longe, mas no final, o "BBB" ainda é o lugar para os anônimos que ganham nossos corações a cada ano.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL