PUBLICIDADE
Topo

Famosos

DJ Rennan da Penha reclama de abordagem policial 'agressiva' no RJ

Rennan da Penha fez desabafo nas redes sociais sobre abordagem policial - Reprodução/Instagram
Rennan da Penha fez desabafo nas redes sociais sobre abordagem policial Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para o UOL, em São Paulo

21/09/2020 17h17

O DJ Rennan da Penha utilizou as redes sociais na noite de ontem para falar sobre uma abordagem policial que enfrentou durante o fim de semana. De acordo com o músico, um policial teria tirado foto da placa do seu carro alegando que o veículo estaria em posse de um "bandido". O artista afirmou a intenção de notificar a Polícia Militar do Rio sobre a ocorrência, que classificou como "desrespeitosa" e "agressiva".

"Estava na casa da Ludmilla fazendo um trabalho e, na volta, eu sofri uma abordagem totalmente desrespeitosa, totalmente agressiva por parte da PM do Rio de Janeiro, alegando que meu carro estava em posse de um bandido chamado Di Raça do Baile da Penha", contou Rennan, após mostrar foto e áudio sobre seu carro que estariam circulando em grupos.

"Tiraram foto da placa do meu carro. Ou seja, a imagem está rodando em todos os grupos de policiais do Rio. E por que isso, não tenho mais o direito de ir e vir? O que está acontecendo?", questionou.

"Vou notificar a polícia do Rio. Estou acuado, com medo. Isso é perseguição. Ontem o policial disse para mim que estava rolando esse áudio e a foto da placa do meu carro estava rolando nos grupos."

"Agora eu fico com medo, como vou na rua com meu carro, como é que eu vou buscar meus filhos para ficarem comigo? Como eu vou ver minha família e meus amigos?", disse ele, que é pai de um filho que mora no Complexo do Alemão e outro que vive no Complexo da Penha.

"Estou livre e liberto. Estou trabalhando, não estou fazendo nada de errado. Nunca fiz nada de errado, na verdade", defendeu o músico.

Em 2019, o DJ havia sido preso em regime fechado acusado de associação ao tráfico. Ele chegou a ficar em reclusão por sete meses no ano passado, mas foi solto em novembro após decisão do STJ (Superior Tribunal de Justiça).

Ainda, durante o desabafo nas redes sociais, Rennan Da Penha contou que apesar da liberdade as abordagens policiais são recorrentes e relembrou um outro episódio em que estava com a mãe e os filhos e foi abordado com truculência, afirmando ter sido parado com um fuzil.

Famosos