PUBLICIDADE
Topo

Anderson nega estupro e diz ter conhecido jovem no Tinder: 'Não é virgem'

Luiza Missi e Kelly Ribeiro

Do UOL, em São Paulo e Rio

05/02/2021 20h14Atualizada em 06/02/2021 11h42

Após prestar depoimento na 33ª Delegacia de Polícia do Rio, no bairro de Realengo, o vocalista do grupo Molejo, Anderson Leonardo, comentou a acusação de estupro feita por um jovem de 21 anos.

Ele afirma que a relação foi consensual e nega que o jovem seja virgem: "Se eu ver que eu tô machucando, vocês acham que eu vou continuar? Não sou tão bruto assim, não sou assim. Se eu sentisse... Foi tudo pelo Tinder. Como um virgem vai saber fazer o que ele fez comigo?"

Ele foi orientado pela mãe dele, que vê nele uma chance de mudar de vida. E não é assim. Ele não é virgem porque, desculpem, não sei o horário que vai ao ar essa entrevista, mas eu sei que ele é um cara que tem experiência sexual"
Anderson Leonardo

O cantor afirma que a relação aconteceu apenas uma vez, mas que já tinha se encontrado várias vezes com o rapaz, que inclusive tatuou o rosto dele no braço. Eles se conhecem há cerca de oito meses e começaram a se falar devido à carreira artística da suposta vítima.

Sobre o que pode ter motivado a acusação, Anderson descartou qualquer briga e acredita que o fato de não querer ter um relacionamento sério pode ter sido a real causa. Afirmou ainda que estava sendo chantageado, mas que aguentou calado até surgir a ocorrência policial.

"Não sou nenhum menino. Sei muito bem quando estou fazendo algo forçado e algo que não é forçado. Eu tenho consciência e as provas vão aparecer."

Segundo Anderson, a vítima o chantageou visando holofotes e "uma chance de melhorar de vida".

Anderson Leonardo, do Molejo, presta depoimento no Rio

Questionado, ele confirmou ainda que ofereceu pagar um tratamento psicológico para a vítima, mas negou que tenha sido em troca de silêncio.

"Eu quero pedir desculpas a todo o Brasil, a todo mundo, por essa situação, por esse constrangimento porque eu nunca iria fazer isso com ninguém."

Anderson diz ter sofrido chantagem por parte da família do jovem, que teria exigido que o cantor ajudasse a carreira dele.

Ele prestou depoimento na tarde de hoje sobre a acusação de estupro. A vítima registrou um boletim de ocorrência na segunda-feria (1) e apresentou uma cueca e um sabonete, que serão encaminhados para perícia. Um exame de DNA será realizado para verificar se há esperma do músico nos itens.

Polícia investiga caso

Ao UOL, o delegado titular da 33ª Delegacia de Polícia do Rio, Reginaldo Guilherme, afirmou que a perícia foi "prejudicada" pelo fato de que houve relação sexual, mas "tudo leva a crer" que foi consensual.

Aonde a gente tiver que chegar, nós vamos chegar. Porque é uma acusação muito grave de estupro. O Anderson diz que não houve estupro, e tudo agora leva a crer que não tenha havido. Mas a investigação continua. Reginaldo Guilherme, delegado

Antes de concluir a investigação, a polícia ainda vai ouvir a irmã de Anderson Leonardo, funcionários do hotel e outras testemunhas do caso.