PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Boris Johnson afaga rainha e se esquiva de racismo após fala de Meghan

Rainha Elizabeth 2ª e o primeiro-ministro do Reino Unido Boris Johnson no Palácio de Buckingham - Victoria Jones/Pool via Reuters
Rainha Elizabeth 2ª e o primeiro-ministro do Reino Unido Boris Johnson no Palácio de Buckingham Imagem: Victoria Jones/Pool via Reuters

Do UOL, em São Paulo

08/03/2021 13h40Atualizada em 08/03/2021 15h28

O primeiro-ministro Boris Johnson comentou sobre a polêmica envolvendo a família real britânica após entrevista do príncipe Harry e Meghan Markle a Oprah Winfrey, ontem.

Meghan revelou que a realeza se preocupava com o tom de pele do filho Archie e que pediu ajuda psicológica — o que foi negado. Boris elogiou a rainha Elizabeth 2ª e evitou polemizar sobre as alegações.

"Sempre tive a maior admiração pela Rainha e pelo papel unificador que ela desempenha em nosso país e em toda a Commonwealth [comunidade das nações de 53 países]. Passei muito tempo sem comentar sobre assuntos da família real e não pretendo mudar isso hoje", disse em entrevista coletiva hoje.

Em outro momento, Boris reafirmou que não se colocará a disposição para falar sobre assuntos da família real.

"Quando se trata de assuntos relacionados com a família real, a coisa certa para os primeiros-ministros dizerem é nada, e nada é o que eu proponho dizer sobre esse assunto", concluiu.

Mais cedo, a secretária de educação, Kate Green, do Partido Trabalhista, pediu que a família real investigasse as alegações de Meghan de forma séria.

"Nunca há qualquer desculpa para o racismo e eu acho que é importante que sejam tomadas medidas para investigar o que são alegações realmente chocantes", disse ela ao Sky News.

Famosos