PUBLICIDADE
Topo

Racismo contra Meghan não partiu da rainha ou de Philip, diz Oprah

Oprah durante entrevista ao CBS This Morning - Reprodução/Twitter
Oprah durante entrevista ao CBS This Morning Imagem: Reprodução/Twitter

Colaboração para o UOL, em São Paulo

08/03/2021 10h53

Oprah Winfrey fez novas revelações após a polêmica entrevista de Meghan Markle e Príncipe Harry que foi ao ar na noite de ontem nos Estados Unidos. A apresentadora retomou as acusações de racismo contra a Duquesa de Sussex e afirmou que os comentários polêmicos a respeito da cor de Archie, primeiro filho do casal, não vieram da Rainha Elizabeth II e nem de seu marido, o príncipe Philip, duque de Edimburgo.

Em entrevista à CBS This Morning, Oprah foi questionada se, em outra conversa em particular, soube quem foram os responsáveis pelas afirmações racistas no Palácio de Buckingham.

"Ele não compartilhou a identidade comigo, mas ele queria que eu soubesse e tivesse a oportunidade de compartilhar que não foi a sua avó ou o seu avô que fizeram parte dessas conversas", disse Oprah.

"Ele não me disse quem tinha feito parte disso. Como vocês podem ver, eu tentei tirar essa informação em frente às câmeras e fora delas."

Meghan Markle revelou à Oprah em entrevista que a Família Real discutiu a cor de pele de seu filho Archie enquanto ela estava grávida. Meghan é negra e seu marido, Harry, assim como toda a família britânica, é branca.

"Houve várias preocupações e conversas sobre o quão escura seria a pele dele quando nascesse", contou Meghan. "A família teve essas conversas com Harry, que foram então relatadas a mim."

Em vídeo inédito publicado hoje, Príncipe Harry também comentou o racismo no país, afirmando que esse teria sido um dos motivos que fez com que o casal deixasse o Reino Unido no ano passado.