PUBLICIDADE
Topo

Viih Tube reflete sobre rejeição após 'BBB21': 'Lidei bem com as coisas'

BBB 21: Viih Tube responde provocação de Tiago Leifert no "BBB Dia 101" - Reprodução/Globoplay
BBB 21: Viih Tube responde provocação de Tiago Leifert no 'BBB Dia 101' Imagem: Reprodução/Globoplay

Colaboração para o UOL, em São Paulo

18/05/2021 08h55

A ex-participante do "BBB 21" (TV Globo), Viih Tube, disse em uma entrevista para a revista Glamour que a rejeição e os ataques dos haters após o reality só a deixaram mais forte.

Sobre a fama de "jogadora", ela explicou:

"Eu realmente joguei bastante, me enxergo como uma jogadora. Desde que entrei, sempre tive em mente que as chances de ganhar seriam difíceis pelos privilégios que já tenho. Sempre busquei como objetivo ir até a final. Para você chegar até a final, o mais correto é fugir ao máximo dos paredões e foi o que eu fiz. Minha estratégia de jogo não foi montada antes de entrar na casa, foi quando eu entrei mesmo. O instinto de sobrevivência gritou no meu corpo e levei o jogo muito a sério. Quis jogar, articulei votos, pensei em que votaria, combinei votos e fiz minha parte como jogadora".

A influenciadora entrou para o ranking dos mais rejeitados da história do "BBB", com 96,69% dos votos, e ao ser questionada sobre algum arrependimento, ela disse:

"Quando erramos é para nosso aprendizado e evolução. Quando olhamos de fora, de outro ângulo e vê que errou, acho que todo mundo se arrepende, né? Porque é se arrependendo que a gente aprende com os nossos erros. Sente, no coração, que precisamos aprender e evoluir. Então, tem sim coisas que faria diferente. Tem coisas que não precisava ter agido daquela forma, poderia ter sido mais calma, pensado mais, absorvido... Mas é isso. Cada trajetória que vivemos lá dentro, cada participante, era como deveria ter sido. Como tinha que ser. Aqui fora está sendo importante para a nossa evolução. São aprendizados. Então, está tudo certo", refletiu ela, que continuou falando sobre as mensagens negativas que vem recebendo:

"Seria mentira se eu falasse que não aumentou o número de mensagens de haters, porém já passei por coisas muito piores na minha vida. Aprendi a lidar na marra com os haters. Foi sofrendo muito quando era mais nova, com uns 15, 16 anos. Passei por muitas situações, que não preciso expor aqui, só que foram muitos difíceis. O que passei agora não chegou nem perto de antes porque foi um jogo. Uma diversão para mim. Uma vida paralela a minha vida real. Clara que aquela era eu, só que em outras circunstâncias. Não tem como a gente ser 100% nós mesmos lá dentro. O próprio Tiago Leifert disse no primeiro discurso. Fiquei bem tranquila com as mensagens. A maioria levei na brincadeira. Fiquei feliz por interpretarem como um jogo. Os haters sempre estarão aqui. Para falar a verdade, quanto mais as pessoas te conhecem, mais haters aparecem também. Está tudo bem".

Viih Tube ainda analisou sua trajetória profissional:

"Fico feliz por ter pessoas que me enxergam assim, acredito que batalhei na vida. Quando caio, levanto mais forte. Desde muito nova tentei inovar. Comecei roteirizando muito cedo, atuando muito cedo e gravando vídeos para o canal muito cedo. Sozinha e com minha família, sem uma equipe grande. Hoje, tenho uma equipe que cuida de mim, que me ajuda, pois faz com que eu tenha mais tempo para mim e para eles. Enxergo que sou uma guerreira, sim, e uma batalhadora por ter tudo o que conquistei. Me esforcei muito, várias noites sem dormir, coisas que deram errado, outras que deram certo... Desde muito nova sempre foquei em trabalhar e ajudá-los. Me dediquei, então, me enxergo como bem-sucedida. Mas já fui muito insegura, muito pessimista. Agora me valorizo, me coloco no meu lugar porque todo mundo tem que olhar para si, ficar feliz e ver suas qualidades".