PUBLICIDADE
Topo

Fátima Bernardes diz não entender motivo de comemoração em ato bolsonarista

Fátima Bernardes falou sobre a CPI da Covid no "Encontro" - Reprodução / TV Globo
Fátima Bernardes falou sobre a CPI da Covid no "Encontro" Imagem: Reprodução / TV Globo

Colaboração para o UOL, em São Paulo

24/05/2021 09h56

Fátima Bernardes publicou um desabafo sobre a passeata bolsonarista realizada no dia de ontem no Rio de Janeiro. O evento, que contou com a presença do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e vários apoiadores, causou grande aglomeração.

Chamado de "Motociata", o ato causou o bloqueio de duas pistas da Avenida Embaixador Abelardo Bueno, na Barra da Tijuca.

"Essa postagem não é partidária. É solidária. Meu carinho e meu respeito à dor de quase quinhentas mil famílias que perderam seus amores nessa pandemia. Vocês não estão sozinhos", escreveu a apresentadora do "Encontro" em um post com a foto do presidente.

Hoje, diante dessa manifestação festiva que aconteceu o Rio de Janeiro, a minha cidade, são muitas pessoas - como eu - sem entender o motivo da comemoração, a falta de empatia. São muitos os que estão perplexos, tristes e até com vergonha. A falta de humanidade também dói e também mata.

Outra famosa que também criticou o ato foi Tatá Werneck. A atriz publicou uma imagem da aglomeração e questionou: "Meu Deus. É o momento para aglomerar? Pelo amor de Deus!"

Na semana passada, Fátima alfinetou o ex-ministro da saúde Eduardo Pazuello pelo uso incorreto da máscara.

Errata: o texto foi atualizado
Uma versão anterior desta matéria citava Eduardo Pazuello como ex-ministro da economia, quando, na verdade, ele é ex-ministro da saúde. A informação já foi corrigida.