PUBLICIDADE
Topo

Patrícia Abravanel minimiza homofobia: 'LGDBTYH têm de ser compreensivos'

Patrícia Abravanel comentou polêmica envolvendo Caio Castro e Rafa Kalimann e defendeu pediu compreensão "a quem não entende" - Reprodução/SBT
Patrícia Abravanel comentou polêmica envolvendo Caio Castro e Rafa Kalimann e defendeu pediu compreensão "a quem não entende" Imagem: Reprodução/SBT

Colaboração para o UOL, em São Paulo

01/06/2021 12h01Atualizada em 01/06/2021 16h01

No "Vem pra cá" (SBT) de hoje, Patrícia Abravanel comentou a polêmica envolvendo Caio Castro e Rafa Kalimann que tomou conta das redes ontem. A filha de Sílvio Santos minimizou a homofobia e pediu compreensão com quem "ainda está aprendendo".

"Eu acredito que nós, mais velhos, e nós que fomos educados por pais mais conservadores, a gente está aprendendo, a gente está se abrindo, mas eu acho que é um direito também das pessoas respeitarem. Por que não concordar em discordar?", questionou a apresentadora.

Patrícia afirmou que não acha que Caio Castro ou Rafa Kalimann sejam preconceituosos ou homofóbicos: "Eu acho que eles realmente foram educados de uma outra maneira".

Então, assim como 'LGDBTYH', não sei, querem respeito, eu acredito que eles têm que ser mais compreensivos com aqueles que hoje ainda não entendem direito e estão se abrindo pra isso. disse Patrícia

A apresentadora ainda afirmou que tem dificuldade em educar os filhos neste assunto.

"É muito difícil educar filhos e falar assim 'que que eu vou falar pro meu filho? Como falar?' Porque a gente não sabe lidar. Tem que ter respeito e compreensão e não massacre e cancelamento", afirmou.

Patrícia ainda defendeu diálogo e respeito:

É assim que a gente vai chegar num mundo sem homofobia e sem tantas discussões e cancelamentos.

Apresentadora foi corrigida pela produção

Patrícia foi corrigida por Gabriel Cardoso, um dos produtores do programa.

"No intervalo, a primeira coisa que a gente fez foi conversar sobre o discurso. O mais importante é que a cada ano a sigla vai se atualizando. O público em geral quer saber o que é cada coisa da sigla. Hoje a sigla atual é LGBTQIA+", explica Gabriel.

Patrícia conta que o produtor a avisou que a forma como ela pronunciou "LGBT" não foi legal.

Para tirar possíveis dúvidas dos espectadores, Gabriel trouxe um papel explicando cada letra da sigla LGBTQIA+:

Produtor do "Vem pra cá" corrigiu Patrícia Abravanel e trouxe um papel explicando o significado da sigla LGBTQIA+ - Reprodução/SBT - Reprodução/SBT
Produtor do "Vem pra cá" corrigiu Patrícia Abravanel e trouxe um papel explicando o significado da sigla LGBTQIA+
Imagem: Reprodução/SBT

A fala gerou repercussão negativa nas redes sociais:

Polêmica começou com Caio Castro e Rafa Kalimann

Ao fim da noite do último domingo, Caio Castro e Rafa Kalimann compartilharam o mesmo vídeo em seus Stories do Instagram, que gerou repercussão nas redes.

O trecho que os artistas repostaram mostra a participação do pastor Cláudio Duarte no "Programa Raul Gil". O pastor diz não ser "a favor do relacionamento" entre pessoas do mesmo sexo.

O assunto se tornou um dos mais comentados do Twitter. Após ser criticada, Rafa Kalimann apagou a postagem e publicou um pedido de desculpas, no qual disse que seu intuito "era repassar aquilo para aqueles que tratam mal os LGBTs por conta de religião, pra de uma vez por todas isso parar".

Caio Castro, por sua vez, não apagou a postagem. O ator voltou ao Instagram e esclareceu seu ponto de vista sobre as afirmações do pastor.

Para ele, as afirmações seriam válidas por pedirem respeito a opiniões divergentes, embora ele tenha afirmado "ser contra" o fato de o religioso "ser contra" a união entre homossexuais.