PUBLICIDADE
Topo

Leandra Leal diz que 'ser fumante é uma comorbidade que você escolhe'

Leandra Leal - Reprodução/ vídeo
Leandra Leal Imagem: Reprodução/ vídeo

Colaboração para o UOL, em São Paulo

11/06/2021 07h46Atualizada em 11/06/2021 07h48

Leandra Leal disse que está conseguindo parar de fumar em meio à pandemia de covid-19. Em uma entrevista para a revista JP, a atriz de 38 anos contou que o documentário que irá lançar, ainda este ano, "Por trás da máscara", em que registrou os últimos 21 dias do hospital de campanha da Lagoa, no Rio de Janeiro, a ajudou na decisão de largar o vício.

"Depois de ter ficado quase um mês em um 'covidário', você entende que ser fumante é uma comorbidade que escolhe. Parar foi um processo superdifícil, mas estou conseguindo", celebrou.

Além da luta contra o cigarro durante a quarentena, Leandra se casou com o fotógrafo Guilherme Burgos. Por conta da pandemia, o casal não pode celebrar a união, porém, ela tem esperanças de que possa comemorar o casamento como se deve quando tudo passar:

"As pessoas celebram durante guerras, a gente tem essa pulsação de vida. Acho que celebrar o amor entre duas pessoas é algo que sempre pode ser feito".

A artista, que foi casada com Alê Youssef, adotou Júlia, de 6 anos, em 2018. Agora, novamente casada, Leandra deseja ter mais filhos:

"Sou filha única. Gosto dessa ideia de ter uma família grande", disse ela, que ainda falou sobre o preconceito de pessoas contra a adoção:

"É muito importante que essa maternidade se normalize e seja vista com menos preconceito. Tenho pensado muito nisso, mas não quero transformar minha filha numa bandeira, então, tomo cuidado", finalizou.