PUBLICIDADE
Topo

Justiça aceita denúncia de crime de LGBTfobia contra Carlinhos Mendigo

Carlinhos "Mendigo" durante entrevista ao programa "Câmera Record" - Reprodução/Record
Carlinhos "Mendigo" durante entrevista ao programa "Câmera Record" Imagem: Reprodução/Record

Do UOL, em São Paulo

14/06/2021 10h59Atualizada em 14/06/2021 12h38

O Tribunal de Justiça de São Paulo aceitou uma denúncia do Ministério Público contra o humorista Carlinhos Mendigo, confirmou o órgão ao UOL.

A denúncia havia sido feita pelo suplente de deputado estadual e ativista LGBTQIA+, Agripino Magalhães, no ano passado. Nela, o ex-integrante do programa "Pânico" é acusado de LGBTfobia por publicações nas redes sociais consideradas ofensivas às pessoas homossexuais e transgêneros.

Um dos conteúdos criticava a participação de Thammy Miranda na campanha de Dia dos Pais da marca Natura. Atualmente, o perfil do Instagram de Carlinhos está fora do ar.

A decisão, assinada pela juíza Cecília Pinheiro da Fonseca, faz parte de um processo que tramita na 3ª Vara Criminal da Barra Funda, em São Paulo, por crime resultante de preconceito de raça ou de cor.

Como réu da ação, Carlinhos deve ser citado por um oficial de justiça "para apresentação de resposta escrita", como aponta a decisão. O documento ainda pede que ele mantenha seu endereço atualizado nos autos, "sob pena de eventual reconhecimento da revelia".

O UOL tentou contato com Carlinhos Mendigo, mas não conseguiu retorno até a publicação desta reportagem.