PUBLICIDADE
Topo

Ex-Vídeo Show, Maíra Charken explica dívidas, mas diz que não passa fome

Maíra Charken com o filho, Gael. Ela não vê a hora de voltar a atuar. - Reprodução/Instagram
Maíra Charken com o filho, Gael. Ela não vê a hora de voltar a atuar. Imagem: Reprodução/Instagram

Felipe Pinheiro

Do UOL, em São Paulo

16/06/2021 04h00

Maíra Charken emocionou os milhares seguidores que a acompanham ao fazer um apelo no Instagram para voltar a atuar e por falar de sua atual situação financeira. Ela diz que acumulou dívidas pois não sabia lidar com o dinheiro, mas procurou estudar sobre finanças e fundos de investimento.

A atriz e apresentadora afirma que o perrengue começou durante a gravidez do filho, Gael. Na mesma época, ela criou o canal no YouTube (Tô de Mãe Humor) sobre maternidade, mas apesar da experiência positiva não entrava grana.

Até o Gael fazer 2 anos, eu fiquei sem ganhar um centavo. Fiquei sem trabalhar. Não por opção. Sempre fiz minhas parcerias, mas as marcas trocam produtos por serviços. A gente precisa de dinheiro para pagar as contas. As coisas foram se acumulando, e o buraco foi sendo cavado.

Maíra Charken e o filho Gael - Sirleide Teixeira/Divulgação - Sirleide Teixeira/Divulgação
Maíra Charken e o filho, Gael
Imagem: Sirleide Teixeira/Divulgação

Ela se lembra que, após sair da Globo, onde trabalhou como atriz e à frente do "Vídeo Show", não tinha com o que se preocupar. Até que veio a crise e, segundo ela, como não tinha noção de finanças, as dívidas acumularam como uma bola de neve.

Eu tinha uma reserva muito boa quando acabou o meu contrato, mas a reserva acabou. Uma coisa dos brasileiros é que a gente não recebe educação financeira.

Maíra acredita que até o fim do ano estará em uma situação mais tranquila. Isso porque, influenciada pelo marido, foi atrás de aprender a melhor forma de lidar com o dinheiro. Também conta que vem aproveitando dicas de especialistas em finanças como Nathalia Arcuri e Thiago Nigro.

"Agora eu já fui atrás, estudei. A minha perspectiva é muito melhor, mas buracos cavados lá atrás estão abertos. Estou arcando com essas escolhas do passado. Hoje sei investir. Empreendo, tenho um negócio próprio", conta ela, que possui uma loja de cosméticos.

Apesar dos perrengues, a atriz explica que a situação não é grave a ponto de não ter o que comer, por exemplo.

Não estamos passando fome. A minha família me ajuda. Um mês eu ajudo minha mãe, outro mês ela me ajuda. É assim, o corre normal que todo o mundo faz.

Abstinência da atuação

Maíra lamenta mesmo a falta de oportunidades para voltar a atuar ou mesmo apresentar um programa. Desse "alimento", sim, ela sente falta para viver. Qual é o peso de não fazer o que ama? A atriz responde:

É não me sentir realizada de verdade, apesar de ter uma família incrível, de morar num apartamento incrível, de ter pais maravilhosos. Mas não me sentir realizada naquilo que, desde que eu nasci, eu falava que queria ser. Algo que para mim vem de outras vidas. Desde que me entendo por gente eu já falava que era artista.