PUBLICIDADE
Topo

Jéssica lamenta desempenho em prova do privilégio: 'Não dá tempo de errar'

No Limite: Jéssica se queixa sobre seu desempenho em prova do privilégio - Reprodução/Globoplay
No Limite: Jéssica se queixa sobre seu desempenho em prova do privilégio Imagem: Reprodução/Globoplay

Colaboração para o UOL, no Rio de Janeiro

22/06/2021 23h16

Jéssica Müeller lamentou seu desempenho na prova do privilégio desta noite, que foi conquistada pela tribo Carcará. A loira admitiu que seu erro acabou prejudicando a tribo Calango.

"Eu sempre tenho um entendimento muito rápido da prova, [...] acabei não me ligando na minha função. Na minha cabeça era só pegar a bola e montar a minha linha de cinco bolas. Estou muito triste porque eu não me concentrei nisso e triste por eu não ter escutado André porque ele estava ali falando e eu não não dei ouvidos", disse Jéssica.

"De novo eu falhei nesse individualismo que eu tenho, aprendizado, só que aqui não dá tempo de errar e aprender, é acertar, acertar e acertar, ainda mais nesse momento do jogo que a gente está", acrescentou ela.

Na última semana, Jéssica acabou se desentendendo com seus colegas de tribo, chegando até a discutir com Kaysar no portal da eliminação.

Como funcionava a prova

O objetivo do desafio era preencher um painel com cinco bolas — na cor marrom para a tribo Carcará e amarela para a tribo Calango. Para isso, um lançador recebia a bola de uma catapulta, arremessava sobre o adversário para um outro colega, que desviava de obstáculos e colocava a bola no painel, podendo bloquear a formação da equipe rival

Gui Napolitano ficou na catapulta e enviava para Paula na tribo Carcará, que tinham as bolas lançadas por vezes bloqueadas por Kaysar. A tribo Calango empatou e o sírio seguiu defendendo vários arremessos de Paula.

Com os Calango na frente com três bolas no painel, Jéssica optou por ignorar André, que pedia para que ela bloqueasse o jogo do time rival. Essa foi a deixa para que Viegas impedisse a sequência de bolas da tribo Calango e colocasse uma bola marrom na fileira de três amarelas, passando na frente e vencendo a disputa de virada.

"Jéssica não conseguia segurar muito forte a bola porque o André jogava forte para escapar do Zulu", explicou Kaysar.