PUBLICIDADE
Topo

Ariadna Arantes desabafa e chora após ataques transfóbicos: 'Estou exausta'

Ariadna Arantes desabafou após sofrer ataques transfóbicos - Reprodução: Instagram
Ariadna Arantes desabafou após sofrer ataques transfóbicos Imagem: Reprodução: Instagram

Colaboração para o UOL

27/07/2021 21h37

A ex-participante do "BBB" e "No Limite", Ariadna Arantes desabafou sobre ataques preconceituosos sofridos desde que expôs uma publicação com teor transfóbico do perfil "Papo de Negão" e, chorando, ela disse que está a ponto de "desistir de tudo".

"Passei o dia inteiro cansada e bloqueando as pessoas. Um monte de ataques e eu não aguento mais esse tipo de situação. Um monte de gente defendendo aquele cara que fez um vídeo ridículo com a minha foto e a foto do Thammy [Miranda]", relatou.

A modelo conta que tem recebido várias mensagens com pessoas dizendo que ela "não é mulher de jeito nenhum", e ressalta que está "tentando ser forte, mas não estou conseguindo".

"Cada mensagem que leio eu não consigo me controlar", diz. "É exatamente esse tipo de situação que o cara poderia ter evitado, me expondo dessa maneira. Um monte de gente aqui no Brasil pensa como ele. Já bloqueei mais de duas mil mensagens para minha mãe não lidar com isso. Estou exausta", completou ela, ao destacar que "essas coisas doem na gente" e que é "frustrante ver essa enxurrada de ofensas". "Estou muito cansada. Para mim não está dando", finalizou.

Entenda o caso

No começo do mês, o perfil no Instagram "Papo de Negão", controlado pelo influenciador Fernando Henrique, foi questionado por um seguidor se preferia ficar com Ariadna ou Thammy Miranda, a primeira uma mulher trans, e o segundo um homem trans.

"O mundo acabou! Só tem você, Ariadna (homem) e Tammy (mulher). Quem você pega?", questionou o seguidor. Fernando, no entanto, fica em silêncio no vídeo e não responde o questionamento transfóbico.

Na ocasião, Arantes pontuou que não aguenta mais ser submetida a "esse tipo de chacota" e a "comentários ignorantes, mesquinhos e maldosos sobre a minha pessoa e sobre o Thammy Miranda". Por fim, ela afirmou que tomaria medidas legais após o caso.

"Dessa vez não vou deixar passar batido, vou até o fim. As pessoas só aprendem quando tomam processo. O respeito tem que existir, tem que fazer parte da nossa sociedade, e quem não aprender por bem vai aprender por mal. A transfobia vai ser combatida sim", afirmou.

Em seus Stories, Fernando negou que tenha sido transfóbico: "Me perdoa se você se sentiu ofendida, mas eu não falei nada no vídeo. Quem fez a pergunta foi um seguidor, e eu botei e nem falei nada", disse o influenciador.