PUBLICIDADE
Topo

Pamella Holanda diz que não está recebendo auxílio financeiro de ninguém

Pamella Holanda relatou que não recebe ajuda financeira de ninguém - Reprodução/Instagram
Pamella Holanda relatou que não recebe ajuda financeira de ninguém Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para o UOL, em Fortaleza

13/08/2021 08h42Atualizada em 13/08/2021 08h56

Pamella Holanda relatou que não está recebendo auxílio de ninguém após denunciar DJ Ivis publicando uma série de vídeos que mostram o artista a atacando com tapas, socos e chutes no Instagram. Ela explica que no início teve ajuda somente de uma amiga. "Mas de qualquer outra pessoa não recebi", explicou ontem nos Stories.

"Muitas pessoas disponibilizaram seus advogados para me ajudar, mas eu agradeci e agradeço. Eu já tinha a minha, que pegou meu caso sem nem me conhecer, e sem receber nada até que eu tenha condições de pagá-la, e que tem me ajudado muito, até emocionalmente", acrescentou.

Pamella ainda revelou que recebeu o pagamento de algumas marcas na qual faz propaganda com antecedência, e agradeceu.

"Minha gratidão a todos vocês, e a quem verdadeiramente tem se preocupado de verdade! E a vida continua, é pra frente e pra cima que se olha, não pros lados e pra trás", finalizou.

Recentemente, Pamella fez um desabafo sobre a vida ao lado do ex-marido. Ela disse que tinha tudo, mas não era feliz.

Em caso de violência, denuncie

Ao presenciar um episódio de agressão contra mulheres, ligue para 190 e denuncie.

Casos de violência doméstica são, na maior parte das vezes, cometidos por parceiros ou ex-companheiros das mulheres, mas a Lei Maria da Penha também pode ser aplicada em agressões cometidas por familiares. Também é possível realizar denúncias pelo número 180 — Central de Atendimento à à Mulher — e do Disque 100, que apura violações aos direitos humanos.

Há ainda o aplicativo Direitos Humanos Brasil e através da página da Ouvidoria Nacional de Diretos Humanos (ONDH) do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH). Vítimas de violência doméstica podem fazer a denúncia em até seis meses.